Controle interno: percepção dos profissionais contábeis dos estados do Paraná e de Santa Catarina

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBortoluzzi, Sandro César-
Autor(es): dc.contributorBortoluzzi, Sandro César-
Autor(es): dc.contributorGiasson, Oldair Roberto-
Autor(es): dc.contributorAntonelli, Ricardo Adriano-
Autor(es): dc.creatorMyszczak, Kaliandra Godoi-
Autor(es): dc.creatorBallan, Vanessa Monteiro-
Data de aceite: dc.date.accessioned2022-08-04T20:18:29Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2022-08-04T20:18:29Z-
Data de envio: dc.date.issued2022-05-05-
Data de envio: dc.date.issued2022-05-05-
Data de envio: dc.date.issued2021-08-12-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/28274-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/706454-
Descrição: dc.descriptionInternal control is a management tool that aims to identify failures, the ability to correct them and generate reliable information. Its performance consists of implementing measures to protect assets, provide them with accuracy and reliability accounting data, as well as assisting the administration in decision-making (ALMEIDA, 2010). Due to the vast movement of information and documents in an accounting office, it is important to use an appropriate internal control system to keep the order and quality of the services. Front of it, this study aims to analyze the perception of accounting professionals about the internal control used in accounting offices in the states of Paraná and Santa Catarina. For data collection, a questionnaire was applied, with a quantitative approach and descriptive character, in which respondents were required to indicate their degree of perception regarding the statements presented in the context of the accounting office in which they work, through a Likert scale adapted from 05 levels, whose questions were elaborated by Oliveira, Santos and Lunkes, in 2017, being characterized as a base model used in the development of this research. Eighty-three valid responses were obtained and data analysis was carried out using descriptive statistical techniques. The results of this research show that, in the analysis of the control environment, 45.8% of the respondents claim that the administration perceives the essentiality of internal control to the achievement of objectives. Regarding risk assessment, only 14.5% declare that the definition of operational, information and compliance risk levels is quite common. Talking about control activities, only 27.7% claim that the activities adopted by the office are appropriate and work consistently. When verifying the information and communication, it is identified that only in 20 of the total offices analyzed, the communication of information efficiently permeates all hierarchical levels, in addition, when analyzing the monitoring, it is noticed that this number is even lower, as only 18 constantly monitor the internal control system. Thus, the results show that internal control is an aspect little explored in accounting firms, with no significant correlation being observed between the individual characteristics of respondents regarding their perception. It is also expected to stimulate discussions around the subject, and it was found that there is a need for a broader study on the use of internal control in the accounting services sector.-
Descrição: dc.descriptionO controle interno é uma ferramenta de gestão que possui como objetivo a identificação de falhas, a capacidade de correção das mesmas e a geração de informações confiáveis, sua realização consiste na implementação de medidas com a finalidade de resguardar os ativos, fornecer com exatidão e fidedignidade os dados contábeis, bem como, auxiliar a administração na tomada de decisões (ALMEIDA, 2010). Devido à vasta movimentação de informações e documentos em um escritório contábil, é importante a utilização de um sistema de controle interno apropriado, para manter a ordenação e qualidade dos serviços prestados. Diante disso, esse estudo objetiva analisar a percepção dos profissionais contábeis sobre o controle interno utilizado nos escritórios de contabilidade dos estados do Paraná e de Santa Catarina. Para a coleta de dados, aplicou-se um questionário, com abordagem quantitativa e caráter descritivo, em que os respondentes deviam indicar seu grau de percepção diante das afirmativas apresentadas no contexto do escritório contábil em que atua, por meio de uma escala Likert adaptada de 05 níveis, cujas questões foram elaboradas por Oliveira, Santos e Lunkes (2017), caracterizando-se em modelo base utilizado no desenvolvimento da presente pesquisa. Foram obtidas 83 respostas válidas e a análise de dados deu-se por meio de técnicas estatísticas descritivas. Os resultados desta pesquisa apontam que, na análise do ambiente de controle, 45,8% dos respondentes afirmam que a administração percebe a essencialidade do controle interno à consecução dos objetivos. Em relação a avaliação de riscos apenas 14,5% declaram que é totalmente frequente a definição de níveis de riscos operacionais, de informação e conformidade. No que se refere as atividades de controle somente 27,7% alegam que as atividades adotadas pelo escritório são apropriadas e funcionam consistentemente. Ao verificar a informação e comunicação identifica-se que somente em 20 do total de escritórios analisados, a comunicação das informações perpassa de forma eficiente todos os níveis hierárquicos, além disso, ao analisar o monitoramento percebe-se que esse número é ainda menor, pois apenas 18 monitoram constantemente o sistema de controle interno. Sendo assim os resultados apontam que o controle interno é um aspecto pouco explorado nos escritórios de contabilidade, não sendo observado correlação significativa entre as características individuais dos respondentes quanto a sua percepção. Espera-se ainda estimular discussões em torno do assunto, sendo que se constatou a necessidade de um estudo mais amplo quanto a utilização do controle interno no setor de prestação de serviços contábeis.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paraná-
Publicador: dc.publisherPato Branco-
Publicador: dc.publisherBrasil-
Publicador: dc.publisherDepartamento Acadêmico de Ciências Contábeis-
Publicador: dc.publisherCiências Contábeis-
Publicador: dc.publisherUTFPR-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectAuditoria interna-
Palavras-chave: dc.subjectEmpresas de serviços contábeis-
Palavras-chave: dc.subjectContadores-
Palavras-chave: dc.subjectAuditing, Internal-
Palavras-chave: dc.subjectAccounting firms-
Palavras-chave: dc.subjectAccountants-
Palavras-chave: dc.subjectCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS-
Título: dc.titleControle interno: percepção dos profissionais contábeis dos estados do Paraná e de Santa Catarina-
Título: dc.titleInternal control: perception of accounting professionals in the states of Paraná and Santa Catarina-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Rede Paraná ROCA

Não existem arquivos associados a este item.