Correio Braziliense : 40 anos – do pioneirismo à consolidação

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorRibeiro, Lavina Madeira-
Autor(es): dc.creatorMorelli, Ana Lúcia Façanha-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:46:57Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:46:57Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-05-17-
Data de envio: dc.date.issued2020-05-17-
Data de envio: dc.date.issued2020-05-17-
Data de envio: dc.date.issued2002-04-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/37772-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/639831-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2002.-
Descrição: dc.descriptionO Correio Braziliense de Brasília traz apenas o nome de herança do primeiro jornal brasileiro, o Correio Braziliense, fundado por Hipólito da Costa, em 1808, e que deixou de circular em 1822. Este nome foi resgatado da história da imprensa no Brasil, em 1960, pelo criador do novo Correio, Assis Chateaubriand, jornalista e dono da cadeia de comunicação, os Diários Associados, ao qual o Correio Braziliense é vinculado. O Correio não tem a tradição dos periódicos do eixo Rio e São Paulo, mas um espaço próprio no espectro de diários brasileiros, além de ser um jornal com especial identificação com a cidade. Sua linha editorial variou no tempo desde um comprometimento com o governo local até o confronto com esse mesmo governo. Sua estrutura editorial passou por profunda reforma recentemente, aliada a isso houve a apresentação, para os leitores, de sua nova linha editorial, de forma clara e explícita. Este trabalho procurou estudar a trajetória do jornal Correio Braziliense, desde a sua fundação, fato que coincidiu com a inauguração de Brasília, a nova capital do país, tendo em vista o contexto político, econômico, social e cultural da cidade no mesmo período. Para tal, foram utilizados os seguintes parâmetros: direção, linha editorial, estrutura editorial, rotinas de produção, infra-estrutura, público-alvo, circulação e recursos humanos. Visando localizar melhor a linha editorial do jornal, foi analisada a cobertura jornalística feita pelo Correio de cinco fatos relevantes para a história da capital, onde foram observados os seguintes aspectos, cronologia dos fatos, o contexto, o desenvolvimento da cobertura, a linha editorial seguida e o estabelecimento pelo jornal de uma identidade com os habitantes e a cidade.-
Descrição: dc.descriptionThe Brazilian newspaper Correio Braziliense, published in Brasilia, the nation’s capital, has inherited nothing but its name from its predecessor, Correio Braziliense, Brazil’s first newspaper, which was founded in 1808 by Hipólito da Costa and remained in circulation until 1822. The name was rescued from historical oblivion in 1960 by Assis Chateaubriand, a journalist and owner of Diários Associados, a newspaper and broadcasting network to which the Correio Braziliense is affiliated. It is clear that Correio Braziliense does not have a tradition comparable to the major newspapers from the Rio - São Paulo axis. Nevertheless, it has been able to conquer its own space within the spectrum of Brazilian daily newspapers. At the same time, it follows a line of close identification with Brasilia. Its editorial policy has changed along the years, moving from an attitude of support to local authorities to a more confrontational stance in the recent past. Its editorial structure has recently undergone significant changes, which were clearly and explicitly explained to the readers. The present work shows the results of a research on the history of Correio Braziliense since its foundation, which was concomitant to the inauguration of Brasilia as the nation’s capital. Account was taken or political, economic, social and cultural aspects of the city over this period of time. To that end, the following parameters proved relevant: composition of the board of directors, editorial policy, editorial structure, production routines, infrastructure, target-group, circulation and human resources. In order to highlight the newspaper’s editorial policy, the analysis was focused on the Correio Braziliense’s coverage of five relevant facts in the capital city’s history, with emphasis on the following aspects: chronology of facts, context, development of the news coverage, editorial policy and the newspaper’s efforts to establish an identity closely associated with the city and its population.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso restrito-
Palavras-chave: dc.subjectJornalismo-
Palavras-chave: dc.subjectCorreio Braziliense-
Título: dc.titleCorreio Braziliense : 40 anos – do pioneirismo à consolidação-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.