Mulheres e trajetórias na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp : vozes singulares e imagens coletivas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorMontagner, Maria Inez-
Autor(es): dc.creatorMontagner, Miguel Ângelo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:46:55Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:46:55Z-
Data de envio: dc.date.issued2012-11-27-
Data de envio: dc.date.issued2012-11-27-
Data de envio: dc.date.issued2010-06-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/11688-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702010000200007-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/639814-
Descrição: dc.descriptionApresenta resgate histórico e social da trajetória das professoras da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e suas escolhas pessoais e profissionais, articuladas às suas estratégias sociais. Abordam-se o papel e a posição dessas mulheres no campo acadêmico, como se conformaram seus habiti e como eles se relacionaram com a questão de gênero. A metodologia, qualitativa, baseia-se nos estudos de gênero e da sociologia da ciência e da saúde, com o uso de entrevistas focadas de Merton e da análise de conteúdo de Bardin. As professoras apontaram as representações sociais sobre família, casamento e filhos, a divisão social do tempo do trabalho e a estrutura patriarcal da ciência como elementos de gênero que influenciaram suas trajetórias.-
Descrição: dc.descriptionThis article presents a historical and social rediscovery of the trajectories of women professors at Unicamp's Faculty of Medical Sciences and of their personal and professional choices, in conjunction with their social strategies. It explores their roles and positions in the academic world, how they shaped their habitus, and how the latter related to the gender issue. The theoretical reference for the qualitative methodology employed was taken from studies of gender and of the sociology of science and health, including Merton's focused interviews and Bardin's content analysis. The women identified social representations of family, marriage, and children, the social division of work time, and the patriarchal structure of science as gender elements that influenced their careers.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Publicador: dc.publisherCasa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsHistória, Ciências, Saúde-Manguinhos - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0104-5970&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 23 nov. 2012.-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres na educação-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres na medicina-
Palavras-chave: dc.subjectProfessoras - Brasil-
Título: dc.titleMulheres e trajetórias na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp : vozes singulares e imagens coletivas-
Título: dc.titleWomen and their careers at Unicamp's Faculty of Medical Sciences : unique voices and collective images-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.