Dioniso, Diotima, Sócrates e a Erosofia

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorAcker, Clara Britto da Rocha-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:46:52Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:46:52Z-
Data de envio: dc.date.issued2013-08-20-
Data de envio: dc.date.issued2013-08-20-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/13988-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/639801-
Descrição: dc.descriptionEste artigo pretende mostrar as relações entre o ritual das Bacantes, em honra ao Deus Dioniso e algumas teorias, ditas platônicas, como aquelas sobre a mania ou o Eros. Importa desde já diferenciar o orfismo do dionisismo, pois o último difere do primeiro em pontos cruciais, particularmente pelo consumo de carne crua, pela ênfase dada ao transe e pela presença massiva de mulheres. As influências órficas na obra de Platão são conhecidas e apontam para um ideal filosófico de aprendizado da morte, sendo o corpo a tumba da alma. N’As Leis e na República, Platão parece restringir a própria existência do culto dionisíaco, porém no Fedro, no Íon, n’O Banquete e no Teeteto despontam valores positivos atribuídos à mania, à inspiração poética e ao Amor, relacionando filosofia e trabalho de parto. Vemos aparecem então os contornos de uma Erosofia socrática, claramente influenciada pelo dionisismo, que deve ser distinguida da Filosofia de Platão. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis paper wants to show the influences between the bacchic rites practiced by women honouring Dionysus and some of the so-called platonic theories, such as those about mania and Eros. It’s important to distinguish between orphism and dionysism, the last one accepting bloody sacrifice, emphasising trance and massively practiced by women. The orphic influences in Plato are well known, pointing out the philosophy as an apprenticeship about death, as soon as the body is the tomb of the soul. In Laws and Republic Plato seems to restrict even the existence of the dionysiac cult, but in Ion, Phaedrus, Symposium and Teetetus appears the positive value of mania, poetic inspiration and Love, relating philosophy and the work of midwife. We see than appear the contours of a socratic Erosophy, clearly influenced by dionisism, which have to be distinguished from the platonic Philosophy.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Publicador: dc.publisherPrograma de Pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsAISTHE - Revista da Linha de Estética do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons (Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 2.5 Brasil (CC BY-NC-SA 2.5 BR)). Fonte: http://www.ifcs.ufrj.br/~aisthe/. Acesso em: 20 ago. 2013.-
Palavras-chave: dc.subjectSócrates-
Palavras-chave: dc.subjectDionísio (Divindade grega)-
Palavras-chave: dc.subjectPlatão-
Palavras-chave: dc.subjectDiotima-
Palavras-chave: dc.subjectErosofia-
Título: dc.titleDioniso, Diotima, Sócrates e a Erosofia-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.