Valores e bem-estar dos nutricionistas brasileiros

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorPaz, Maria das Graças Torres da-
Autor(es): dc.creatorAkutsu, Rita de Cássia Coelho de Almeida-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:42:15Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:42:15Z-
Data de envio: dc.date.issued2009-10-30-
Data de envio: dc.date.issued2009-10-30-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/2096-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/637973-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.-
Descrição: dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi investigar em que medida a congruência entre os valores gerais e do trabalho afeta a percepção de bem-estar pessoal dos Nutricionistas brasileiros. O desenho de estudo, transversal exploratório, foi apresentado ao Comitê de Ética da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília - UnB - e aprovado por esse Comitê. Foram obtidas listas dos Conselhos Regionais de Nutrição, com a finalidade de identificar o número de Nutricionistas com registro definitivo, por região administrativa. Obteve-se, assim, o número total de participantes, de onde foi retirada a amostra representativa. Foi calculada que a amostra final deveria ser de, no mínimo, 520 respondentes. Foram verificados os requisitos necessários para a minimização da ocorrência de erros de decisão estatística. Foi verificada a presença de outliers multivariados por meio de regressão linear padrão. Os casos discrepantes encontrados foram retirados da amostra, resultando na amostra final, composta de 587 sujeitos. Foram realizadas ainda: análises fatoriais exploratórias para verificação das qualidades psicométricas dos instrumentos de medida; análises de precisão dos instrumentos para aferir a fidedignidade dos fatores medidos; análises de correlação para verificar relações entre as variáveis; análises de variância para determinação de igualdade das amostras; análises de regressão para identificar os melhores preditores da variável critério e para identificar as relações de mediação. Dos respondentes, 46,9% residiam no Sudeste, 96,9% eram do sexo feminino, 61,2% referiram ter companheiro(a), 51,4% graduou-se em uma instituição pública, 63,9% tinham algum tipo de pós-graduação, 55,9% trabalhavam em empresas privada, 39,7% tinham até dois anos no emprego atual, 30,7% desenvolviam suas atividades em mais de uma área, 24,4% trabalhavam na Produção. A média de idade da amostra foi de 34,8 anos. O Valor Geral Autotranscendência e o Valor do Trabalho Realização no Trabalho foram percebidos como os que mais orientavam as práticas profissionais dos Nutricionistas. Os Nutricionistas consideraram que, freqüentemente, percebiam-se em Bem-estar pessoal no exercício de suas funções profissionais. Os solteiros que atuavam na área de Clínica valorizavam mais Autotranscendência, os mais jovens e com menos tempo de trabalho Autopromoção, os solteiros e mais jovens Abertura à Mudança, os mais jovens com especialização e com menor tempo de trabalho Prestígio. Os que estavam há mais de dez anos no trabalho atual e desenvolviam suas atividades na área de Clínica e Saúde Coletiva perceberam-se mais em Bem-estar do que aqueles com até dois anos no trabalho atual e que desenvolviam suas atividades na área de Alimentação Coletiva/Produção. Os Valores Gerais Autopromoção e Autotranscendência impactam positiva e significantemente sobre o Bem-estar. O valor do Trabalho Prestígio é o único dos Valores do Trabalho a impactar negativamente sobre o Bem-estar, mediando as relações entre os Valores Gerais Autopromoção, Autotranscendência e o Bem-estar. O Valor do Trabalho Realização no Trabalho media as relações entre o Valor Geral Autotranscendência e Bem-Estar. Os valores Gerais e do Trabalho são preditores significantes e contribuem para que os Nutricionistas se percebam em Bem-estar. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe objective of this work was to investigate the extent in which the congruence between the general values and those of work affect the perception of well being of Brazilian dietitians. The study design, exploratory cross-sectional, was presented to the Ethics Committee of the School of Health Sciences of the University of Brasilia . UnB . and approved by this committee. Lists from the Regional Nutrition Councils were obtained in order to identify the number of nutritionists with a definitive registration by administrative region. Thus, the total number of participants was obtained and a representative sample was drawn from this group. The final sample should consist of at least 520 respondents. We also verified the necessary requisites to minimize the occurrence of statistical decision errors. The presence of multivariate outliers was verified by standard linear regression. The discrepant cases found were removed from the sample resulting in the final sample which consisted of 587 individuals. We also did: exploratory factorial analyses to verify the psychometric qualities of the measurement instruments; precision analyses of the instruments to check the fidelity of the measured factors; correlation analyses to verify the relationship between the variables; analyses of variance to determine the equality of the samples; regression analyses to identify the best predictors of the variable criterion and to identify the measurement relationships. Of the respondents, 46.9% lived in the Southeast, 96.9% were females, 61.2% had a partner, 51.4% graduated from a public institution, 63.9% had some sort of postgraduation course, 55.9% worked in private companies, 39.7% were in the current job for up to two years, 30.7% worked in more than one area, 24.4% worked in Production. The mean age of the sample was 34.8 years. The General Self-transcendence Value and the Value of Work - Work Realization were perceived as those that most oriented the professional practices of the dietitians. The dietitians considered that they often felt good as they performed their professional tasks. The singles who worked in the clinical area valued selftranscendence more, the younger ones and with less experience valued self-promotion, the singles and younger ones valued openness to change, the younger ones with specialization and less experience valued prestige. Those who had been in the current job for more than 10 years and worked in the clinical and collective health areas felt better than those who had been in the current job for up to two years and who worked in the collective feeding/production area. The General Values Self-promotion and Self-transcendence have a positive and significant impact on well being. The value of the Prestige Work is the only one of the values to have a negative impact on well being, mediating the relationships between General Values Self-promotion, Self-transcendence, and Well being. The Value of the Work - Work Realization measured the relationships between General Value Self-transcendence and Well being. The General and Work values are significant predictors and contribute for the dietitians to perceive themselves as being well.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectValores-
Palavras-chave: dc.subjectSaúde e trabalho-
Palavras-chave: dc.subjectNutrição-
Título: dc.titleValores e bem-estar dos nutricionistas brasileiros-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.