Influência do cristalino sobre o teste de sobrecarga hídrica em pacientes fácicos e pseudofácicos portadores de glaucoma primário de ângulo aberto e sadios

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorSantos, Procópio Miguel dos-
Autor(es): dc.creatorLourenço, Adriana Sobral-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:42:05Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:42:05Z-
Data de envio: dc.date.issued2013-08-21-
Data de envio: dc.date.issued2013-08-21-
Data de envio: dc.date.issued2013-08-21-
Data de envio: dc.date.issued2013-06-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/13998-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/637906-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2013.-
Descrição: dc.descriptionObjetivo: Este estudo tem como objetivo avaliar a influência do cristalino no teste de sobrecarga hídrica (TSH) em indivíduos portadores de glaucoma primário de ângulo aberto (GPAA) e sadios portadores de catarata e pseudofácicos. Método: Estudo transversal composto por 80 olhos de 80 pacientes, sendo 40 pacientes glaucomatosos e 40 sadios, por sua vez subdivididos em dois grupos compostos de 20 pacientes fácicos e outro de pacientes pseudofácicos. Os pacientes foram submetidos à curva ambulatorial (CA) e ao TSH. Resultados: A média dos picos da pressão intra-ocular (Po) na CA foi maior nos pacientes fácicos glaucomatosos que nos pseudofácicos glaucomatosos (p=0,045), assim como os picos da Po no TSH (p=0,00364). Os pacientes fácicos controles apresentaram média dos picos da Po maior que os pseudofácicos controles (p=0,012). A média dos picos da Po no TSH também foi maior no subgrupo fácico controle que no pseudofácico controle (p=0,017). Os pacientes fácicos glaucomatosos apresentaram média dos picos da Po na CA maior que os pseudofácicos controles (p<0,0001), assim como no TSH (p<0,0001). Entre subgrupos fácico controle e pseudofácico glaucoma não houve diferença estatisticamente significativa quando foi avaliada a média dos picos da Po na CA (p=0,399) e no TSH (p=0,65). Comparando os fácicos glaucomatosos e fácicos controles, não houve diferença estatisticamente significativa em relação à média dos picos da Po na CA (p=0,2156); houve significância estatística quando comparadas as médias dos picos da Po no TSH (0,0054). Comparando os subgrupos pseudofácico glaucoma e pseudofácico controle, não houve diferença estatisticamente significativa quando as médias dos picos da Po foram avaliadas tanto na CA (p=0,1043) quanto no TSH (p=0,075). Conclusão: Nos pacientes fácicos os picos pressóricos aferidos tanto no TSH quanto na CA foram maiores que nos pacientes pseudofácicos. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionPurpose: The aim of this study was to evaluate the lens influence on water drinking test in patients with open angle glaucoma and health individuals, phakics and pseudophakics. Methods: Transversal study includes 80 eyes of 80 patients, 40 patients with open angle glaucoma and 40 health individuals. Each group of 40 persons was divided in two groups of 20 individuals, one with cataract and another pseudophakic. The patients was submitted a modified tensional curve and water drinking test. Results: Comparing phakics glaucomatous patients and pseudophakics glaucomatous patients, the intraocular pressure (IOP) mean peaks was higher in phakics individuals in modified tensional curve (p=0,045) and water drinking test (p=0,00364). The IOP mean peaks in modified tensional curve was higher in phakics controls patients when they was compared to pseudophakics controls (p=0,012). The IOP mean peaks on water drinking test was higher in phakic control group too (p=0,017). The glaucomatous phakics patients had IOP mean peaks in modified tensional curve higher than the pseudophakics controls (p<0,0001) and in water drinking test too (p<0,0001). When the phakic control group and pseudophakic glaucomatous group were compared there was no statistically significance on IOP mean peaks in modified tensional (p=0,399) and water drinking test (p=0,65). There was no statiscally significance on IOP mean peaks in modified tensional curve (p=0,2156) when the phakics glaucomatous patients and phakics controls were compared. But there was statistically significance between these groups in water drinking test (p=0,0054). Comparing the pseudophakic glaucoma group and pseudophakic control group there was no significance on IOP mean peaks on modified tensional curve (p=0,1043) and water drinking test too (p=0,075). Conclusion: In phakics patients the IOP peaks measureds were higher in modified tensional and water drinking test.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectGlaucoma-
Palavras-chave: dc.subjectPressão intra-ocular-
Palavras-chave: dc.subjectCristalino-
Título: dc.titleInfluência do cristalino sobre o teste de sobrecarga hídrica em pacientes fácicos e pseudofácicos portadores de glaucoma primário de ângulo aberto e sadios-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.