Cobertura das ações de vigilância da qualidade da água para consumo humano e indicadores de vulnerabilidade nos municípios do semiárido nordestino

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCarneiro, Fernando Ferreira-
Autor(es): dc.creatorDuarte, Magda Machado Saraiva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:40:32Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:40:32Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-04-26-
Data de envio: dc.date.issued2019-04-26-
Data de envio: dc.date.issued2019-04-26-
Data de envio: dc.date.issued2018-07-13-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34448-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/637300-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2018.-
Descrição: dc.descriptionAtualmente, os problemas de abastecimento e escassez de água estão em evidência, principalmente na região Nordeste do Brasil. A vulnerabilidade relacionada ao abastecimento está associada ao consumo de água que ofereça risco à saúde ou não atenda ao padrão de potabilidade estabelecido pelo Ministério da Saúde através da Portaria de Consolidação nº 5, Anexo XX. A Vigilância da Qualidade da Água para consumo humano é responsável pela alimentação do Sisagua, Sistema que compila dados do Setor Saúde e dos responsáveis pelo abastecimento de água. Trata-se de estudo ecológico sobre a distribuição espacial da atuação da vigilância da qualidade da água para consumo humano no semiárido nordestino no período de 2014 a 2017, com indicadores sociodemográficos e de vulnerabilidade. A fonte de dados foi o Sisagua, bem como informações do Censo – IBGE. O processamento e análise dos dados foram feitos no Microsoft Excel, com análise espacial no aplicativo TabWin32. Verificou-se que a situação de cadastramento no Sistema apresenta importante progresso, pois a quantidade de municípios sem informações se reduz ao longo da pesquisa enquanto o número dos que possuem todos os dados atualizados aumenta consideravelmente. Ainda, a partir da análise dos resultados, é possível verificar a predominância da desigualdade social nos municípios que compõem o Semiárido nordestino. Foi possível compreender que as precariedades encontradas nas ações da vigilância da qualidade da água para consumo humano no território do Semiárido Nordestino se assemelham às vulnerabilidades territoriais descritas, o que poderia estar dificultando a atuação da Vigilância.-
Descrição: dc.descriptionCurrently, the problems of water supply and scarcity are in evidence, mainly in the Northeast region of Brazil. The vulnerability related to water supply is associated with the consumption of water that presents health risk or does not meet the drinking standard established by the Ministry of Health, through Ordinance No. 5, Annex XX. The Water Quality Surveillance for human consumption is responsible for feeding Sisagua, a system that compiles data from the Health Sector and those responsible for water supply. This is an ecological study on the spatial distribution of water quality for human consumption surveillance in the northeastern semi-arid region between 2014 and 2017, with sociodemographic and vulnerability indicators. Sisagua was the data source, as well as information from the Census - IBGE. Data processing and analysis were done in Microsoft Excel, with spatial analysis in the TabWin32 application. We verified that the registration situation in the System presents important progress, since the number of municipalities with no information is reduced during the survey, while the number of those with all the updated data increases considerably. Also, from the analysis of the results, we verified the predominance of social inequality in the municipalities that compose the Northeastern Semi-arid. We understood that the precariousness found in the actions of monitoring the quality of water for human consumption in the territory of the Northeastern Semi-arid region resemble the territorial vulnerabilities described, which could be making it difficult for the Vigilance to act.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectÁgua potável-
Palavras-chave: dc.subjectÁgua - qualidade-
Palavras-chave: dc.subjectVigilância sanitária-
Palavras-chave: dc.subjectSaúde pública-
Palavras-chave: dc.subjectVulnerabilidade social-
Título: dc.titleCobertura das ações de vigilância da qualidade da água para consumo humano e indicadores de vulnerabilidade nos municípios do semiárido nordestino-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.