Perfil do mercado varejista e consumidor de mamão dos grupos 'Solo' e 'Formosa' do Distrito Federal – DF

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorRangel, Sandro Bevilaqua-
Autor(es): dc.creatorFagundes, Geni Rodrigues-
Autor(es): dc.creatorFalcão, Thales Cabral Cirqueira-
Autor(es): dc.creatorMendes, Ricardo de Sousa-
Autor(es): dc.creatorYamanishi, Osvaldo Kiyoshi-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:39:45Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:39:45Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-01-12-
Data de envio: dc.date.issued2011-01-12-
Data de envio: dc.date.issued2003-04-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/6434-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452003000100025-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/636982-
Descrição: dc.descriptionEste estudo analisou os principais fatores envolvidos na comercialização do mamão em 27 supermercados e 27 varejões do Distrito Federal (Brasília e cidades satélites), no período de janeiro a dezembro de 2001. Entrevistaram-se 162 consumidores. Na tabulação e análise dos questionários, obteve-se: o principal fornecedor de mamão para o varejo foi a Ceasa-DF; a presença de danos físicos foi o principal aspecto observado pelos responsáveis pela compra; os frutos são expostos em prateleiras sem refrigeração, e o responsável pelo prejuízo ocasionado pelas perdas foi o próprio estabelecimento varejista. Os estabelecimentos varejistas diferenciaram-se em alguns tópicos, tais como: responsável pela compra, existência de contrato; forma de exposição dos frutos; grau de maturação dos frutos adquiridos, e acompanhamento das perdas. Os consumidores preferem frutos nos estádios 3 a 5 (acima de 25% da superfície amarela); escolhem o estabelecimento para compra de mamão orientados pela qualidade e preço; não pagariam mais por um mamão embalado e classificado, preferindo mamão a granel pela possibilidade de escolher-se o fruto que mais lhe agrade no momento da compra, e elegeram, como principal problema, a presença de frutos com danos físicos.-
Descrição: dc.descriptionThe main factors involved in the commercialization of papaya in 27 supermarkets and 27 retail shops of Federal District (Brasília and satellite cities) was studied from January to December of 2001. The data was colleted using questionnaire answered by the manager of the establishment and by 162 consumers. It was observed that the wholesalers of Federal District Wholesale Market (CEASA-DF) was the main supplier of papaya to the retail market; physical damage was the main aspect to be observed by those responsible for the purchase; papaya fruits for selling were displayed in unrefrigerated racks; the retail markets themselves bore the financial losses. The retail market differed in relation of: who purchase the papaya fruits; contracts with the wholesaler; how to expose the fruit; maturation of purchased fruits; and follow-up of losses. It was found that consumers preferred: fruits in the 3rd to 5th stage of maturation; to choose papaya retail market they based on quality and price; not to pay more for wrapping and classification, opting for unwrapped fruit in order to choose the preferred fruit. Consumers reported physical damage to be the primary inhibitor to purchase.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectMamão-
Palavras-chave: dc.subjectMamão - comercialização-
Palavras-chave: dc.subjectFrutas - comércio-
Palavras-chave: dc.subjectFrutas - qualidade-
Título: dc.titlePerfil do mercado varejista e consumidor de mamão dos grupos 'Solo' e 'Formosa' do Distrito Federal – DF-
Título: dc.titleProfile of retail market and consumers of papaya from 'Solo' and 'Formosa' group in Federal District – DF-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.