Detecção de vírus entéricos em crianças com gastroenterite aguda e idosos institucionalizados em Campo Grande, MS

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCardoso, Divina das Dôres de Paula-
Autor(es): dc.creatorAndreasi, Marcia Sueli Assis-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:37:11Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:37:11Z-
Data de envio: dc.date.issued2009-10-05-
Data de envio: dc.date.issued2009-10-05-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/1851-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/635961-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.-
Descrição: dc.descriptionOs vírus entéricos ocupam papel de destaque na etiologia das gastroenterites virais como importante causa das diarréias infantis no mundo. Uma ampla diversidade de agentes etiológicos virais tem implicações na epidemiologia das diarréias agudas. A detecção dos vírus entéricos em idosos tem sido valorizada em função da possibilidade de epidemias, bem como da preocupação da saúde pública com a qualidade de vida dessa população, uma vez que os avanços tecnológicos têm contribuído para elevar a expectativa de vida. O papel dos vírus entéricos nas gastroenterites infantis agudas no Brasil está bem estabelecido através de diferentes estudos, entretanto poucos dados estão disponíveis sobre a ocorrência desses vírus na população de adultos. Visando contribuir para essa questão, este estudo definiu a etiologia da gastroenterite viral em crianças hospitalizadas e idosos institucionalizados na cidade de Campo-Grande, MS. A detecção de astrovírus e calicivírus foi realizada pela metodologia da reação em cadeia pela polimerase (PCR) e a detecção de adenovírus e rotavírus pelo ensaio imunoenzimático combinado para rotavírus e adenovírus (EIERA). A amostra do estudo constitui-se de fezes de crianças com até 3 anos de idade internadas na Santa Casa e no Hospital Universitário de Campo-Grande/MS, bem como de fezes de idosos institucionalizados no asilo São João Bosco. Nas crianças estudadas, foi observada ocorrência de 3,1% para astrovírus, 7,6% para calicivírus e 3,6% para adenovírus. Das 115 amostras estudadas dos idosos institucionalizados, 13 (11,3%) foram positivas para os vírus pesquisados. Não ocorreu detecção de Rotavírus do grupo A, e o percentual observado para astrovírus, calicivírus, adenovírus foi de 0,8%, 8,7% e 1,7%, respectivamente. Os dados obtidos neste estudo reforçam a importância de constante monitoramento das infecções entéricas na população infantil, bem como também evidenciam a circulação desses agentes virais na população de idosos institucionalizados em Campo Grande, MS. Tais comprovações constituem importante instrumento para avaliação dos resultados obtidos com a vacina para Rotavírus A, presente desde 2006 no Calendário Nacional de Imunização. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionEnteric viruses play a major role in the etiology of viral gastroenteritis as an important cause of infantile diarrhea in the world. A wide range of etiological agents has implications in the epidemiology of acute diarrheas. The detection of enteric viruses among the elderly has been enhanced due to the possibility of outbreaks, and also because of the Public Health concern about the quality of life of this population, as technological progress has contributed to an increase in life expectancy. The role of enteric viruses in acute infantile gastroenteritis in Brazil has been well defined through different studies. However, few data about the occurrence of these viruses in the adult population are available. In order to contribute to this issue, this study defined the etiology of viral gastroenteritis in hospitalized children and institutionalized elderly in Campo Grande/MS. Astrovirus and calicivirus have been detected by Polymerase Chain Reaction (PCR) and adenovirus and rotavirus by a combined enzyme immunoassay for rotavirus and adenovirus (EIARA). This study comprised the analyses of stool samples of children under 3 years of age admitted to Santa Casa and University Hospital in Campo Grande/MS, and elderly people institutionalized at Asilo São João Bosco. Among the children, astrovirus (3,1%), calicivirus (7,6%) and adenovirus (3,6%) have been observed. Among the 115 elderly people samples, 13 (11,3%) were positive for the viruses at issue. Group A rotavirus was undetected in the elderly population and astrovirus, calicivirus and adenovirus accounted for 0,8%, 1,7% and 8,7%, respectively. The results of this study reinforce the importance of a constant surveillance of enteric infections in child population and also show the circulation of these viral agents among the elderly population institutionalized in Campo Grande, MS. Such findings constitute an important tool to evaluate the results of the vaccine against Rotavirus A, used since 2006 in the National Immunization Program (Calendário Nacional de Imunização) in Brazil.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectGastroenterologia pediátrica-
Palavras-chave: dc.subjectViroses-
Palavras-chave: dc.subjectIdosos - saúde e higiene-
Palavras-chave: dc.subjectRotavírus-
Palavras-chave: dc.subjectGastroenterite-
Título: dc.titleDetecção de vírus entéricos em crianças com gastroenterite aguda e idosos institucionalizados em Campo Grande, MS-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.