Estudo epidemiológico das condições bucais de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico atendidos no hospital universitário de Brasília – DF

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorAmorim, Rivadávio Fernandes Batista de-
Autor(es): dc.contributorFalcão, Denise Pinheiro-
Autor(es): dc.creatorSantana, Caroline Menezes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:36:57Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:36:57Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-05-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-05-
Data de envio: dc.date.issued2016-09-05-
Data de envio: dc.date.issued2016-07-25-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/21393-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.26512/2016.07.D.21393-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/635868-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado) — Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2016.-
Descrição: dc.descriptionIntrodução: O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune multissistêmica e de etiologia desconhecida. É de natureza inflamatória, pleomórfica, com múltiplas manifestações de interesse médico. Apresenta-se com períodos de atividade e remissão, mas é potencialmente progressiva e incapacitante e pode acometer adultos e crianças. Objetivo: Realizar levantamento epidemiológico das condições bucais dos pacientes com LES atendidos no Hospital Universitário de Brasília para conhecer suas necessidades específicas e estabelecer um plano de ação odontológico. Metodologia: Foram avaliados pacientes de ambos os gêneros e de qualquer idade. As informações médicas foram coletadas pelos reumatologistas, durante consultas de monitoramento do LES. O exame clínico bucal foi realizado por quatro examinadores experientes. Foi registrada a avaliação do fluxo salivar em repouso, queixa de xerostomia, presença de lesão em tecidos moles, sondagem periodontal, índice de dentes cariados, perdidos e restaurados (CPO-d). Resultados: Foram avaliados 69 pacientes, sendo 1 do sexo masculino. A mediana do fluxo salivar de repouso (percentil 25 e 75) foi de 0,41 mL/min (0,18 e 0,60), sendo que a faixa etária de 45 a 64 anos (n = 20) apresentou fluxo de 0,18 mL/min (0,10 e 0,53) e 33% do total de pacientes reportaram ocorrência de xerostomia contínua. Verificou-se que 26% dos pacientes apresentavam lesões bucais. Dentre as lesões presentes, 21 (57%) eram mácula eritematosa e do total de lesões, 34% estavam em palato duro. A mediana do índice de placa visível foi de 61,3; do índice de sangramento 25 e a profundidade de sondagem foi de 1,6. A recessão gengival apresentou mediana de 0,3 enquanto que a perda do nível de inserção clínica foi de 1,3. O índice CPOD foi de 16,35. Conclusão: Quanto à saliva, verificou-se que: a taxa média de fluxo salivar sem estímulo apresentou-se dentro dos padrões de normalidade; a xerostomia estava presente em 32%, semelhante à população geral – 30% (Silvestre, 2011; Anurang, 2006). Quanto as lesões bucais: 36% dos pacientes apresentaram lesões bucais. A prevalência das lesões é semelhante a outros estudos, porém o tipo de lesão mais prevalente é diferente. Em relação a doença periodontal: A prevalência de DP foi de 36%, menor que os reportados na literatura. O alto índice de placa comparado ao ISS, PS, REC e NIC pode estar associado ao uso de corticoide feito por esses pacientes. Comparando-se nossos resultados relativos à condição periodontal e índice CPOD com os resultados da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (2011) do Ministério da Saúde, constatou-se que: a população estudada apresentou maior índice médio de sangramento gengival, porém a média de profundidade de sondagem foi menor; o índice CPOD nas faixas etárias comparadas foi menor. Os achados bucais encontrados apontam a não necessidade de abordagem específica para o paciente com LES.-
Descrição: dc.descriptionBackground: The Systemic Lupus Erythematosus (SLE) is na autoimmune disease, of unknow etiology, multisystemic, of na inflamatory autoimmune nature, pleomorphic, with multiple possible manifestations, with multiple manifestations of medical interest. Objective: to realize an epidemiologic survey of the oral conditions of patients with SLE that are treated at the University Hospital of Brasília (HUB) to know the specific needs and establish a dental plan of action for this group of patients. Methodology: Was evaluated patients with SLE treated at the Rheumatology Department of the University Hospital of Brasilia (HUB), of both genders and of all ages. Rheumatologists collected medical information during the LES monitoring queries. Four experienced examiners performed the oral exam. Salivary flow and the presence of xerostomia. It was recorded the presence of lesions in soft tissues, periodontal probing, index of decayed, missing and filled teeth (DMF). Results: Was evaluated 69 patients, 1 male. Median salivary flow at rest (25th and 75th percentiles) was 0.41 milliliters/minute (0.18 and 0.60), and the age group 45-64 years (n = 20) showed flow 0 18 milliliters/minute (0.10 to 0.53) and 33% of patients reported occurrence of continuous xerostomia. It was found that 26% of the patients had oral lesions. Among the present lesions, 21 (57%) were erythematous macula and of the total injuries, 34% were in the hard palate. The median of the visible plaque index was 61.3; bleeding index 25 and the probing depth was 1.6. The gingival recession presented a median of 0.3 while the level of the clinical attachment loss was 1.3. The DMF index was 16.35. Conclusion: As the saliva, it was found that: the average rate of unstimulated salivary flow was within the normal range; xerostomia was present in 32%, similar to the general population - 30% (Silvestre, 2011; Anurang, 2006). As the oral lesions: 36% of patients had oral lesions. The prevalence of lesions is similar to other studies, but the most prevalent type of injury is different. In relation to periodontal disease: The prevalence of PD was 36% lower than those reported in the literature. The high plaque index compared to the ISS, PS, REC and NIC may be associated with the use of steroids made by these patients. Comparing our results for the periodontal condition and DMFT with the results of the National Oral Health Survey (2011) the Ministry of Health, it was found that: the study population had higher average rate of gingival bleeding, but the mean depth poll was lower; the DMFT compared the age groups was lower. The oral findings indicate not need specific approach for patients with SLE.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectLúpus eritematoso sistêmico-
Palavras-chave: dc.subjectXerostomia-
Palavras-chave: dc.subjectDoença periodontal-
Palavras-chave: dc.subjectEpidemiologia - Distrito Federal-
Título: dc.titleEstudo epidemiológico das condições bucais de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico atendidos no hospital universitário de Brasília – DF-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.