Sujeitos nulos indeterminados no português brasileiro : uma investigação diacrônica em Goiás

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorNaves, Rozana Reigota-
Autor(es): dc.creatorBorges, Humberto-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:33:46Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:33:46Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-09-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-09-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-09-
Data de envio: dc.date.issued2014-02-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/15576-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/634608-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Programa de Pós-Graduação em Linguística.-
Descrição: dc.descriptionNesta dissertação, investigamos um aspecto considerado inovador da gramática do português brasileiro em relação à gramática do português europeu: a sintaxe do sujeito, especificamente a sintaxe de construções com sujeito nulo indeterminado e verbo na terceira pessoa do singular. Essas construções têm sido associadas na literatura gerativista à reestruturação dos paradigmas verbal e pronominal do português brasileiro (cf. GALVES, 1987, 2001; DUARTE, 1993, 1995; entre outros) e à mudança do português brasileiro de uma língua de sujeito nulo consistente, como o português europeu, para uma língua de sujeito nulo parcial (cf. ROBERTS E HOLMBERG, 2010; HOLMBERG E SHEEHAN, 2010; entre outros). A motivação de nossa investigação é a hipótese de que aspectos inovadores na expressão do sujeito no português brasileiro teriam sido gerados a partir da aquisição do português europeu por ameríndios e africanos e, especialmente, por seus descendentes na América portuguesa. Destarte, a partir da exposição de aspectos sócio-históricos da formação do português brasileiro na América portuguesa e em Goiás, buscamos em manuscritos goianos datados dos séculos XVIII e XIX dados que pudessem atestar nossa hipótese. Constituímos um corpus com dois manuscritos do gênero diário escritos, respectivamente, por um homem de origem portuguesa, no século XVIII, e por uma mulher brasileira de possível origem mestiça, no século XIX. A análise dos dados mostrou que construções com sujeito nulo indeterminado e verbo na terceira pessoa do singular eram licenciadas no manuscrito do século XIX. A partir desses indícios, supomos que a aquisição da língua portuguesa por ameríndios e africanos e, posteriormente, por seus descendentes foram responsáveis pela emergência da gramática do português brasileiro em Goiás. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionIn this dissertation, we have investigated an aspect considered innovative in Brazilian Portuguese grammar in relation to European Portuguese grammar: The syntax of the subject, more specifically, the syntax of indeterminate null subject constructions with verb on third person singular. These constructions have been associated in the generative literature to the reconstruction of verbal and pronominal paradigms of Brazilian Portuguese (GALVES, 1987, 2001; DUARTE, 1993, 1995; and others), and to the change of this language from a consistent null subject language, like European Portuguese, to a partial null subject language (ROBERTS E HOLMBERG, 2010; HOLMBERG E SHEEHAN, 2010; and others). The motivation for our investigation is the hypothesis of which innovative aspects in the expression of subject in Brazilian Portuguese had been generated from the acquisition of European Portuguese by Amerindians and Africans, and especially, by their descendants in Portuguese America. Taking as a start point the exposition of social-historic aspects in the formation of Brazilian Portuguese in Portuguese America and in Goiás, we have searched in manuscripts from the state of Goiás dated back to the XVIII and XIX centuries which could support our hypothesis. We have constituted a corpus from two manuscripts of the genre of diaries written, respectively, by a male of Portuguese origin, from the XVIII century, and by a Brazilian woman of possible Mestizo descent, from the XIX century. The analysis of the data showed that indeterminate null subject constructions with verb on third person singular were licensed in the manuscript of XIX century. This way, we have supposed that the acquisition of Portuguese language by Amerindians and Africans, and especially, by their descendants was responsible for the emergence of grammar of Brazilian Portuguese.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectSintaxe - língua portuguesa-
Palavras-chave: dc.subjectPortuguês - história-
Palavras-chave: dc.subjectManuscritos - Goiás-
Título: dc.titleSujeitos nulos indeterminados no português brasileiro : uma investigação diacrônica em Goiás-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.