Universidade multicampi e sua gestão acadêmica : o caso da Universidade Estadual de Goiás

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorFonseca, Marilia-
Autor(es): dc.creatorAbreu Júnior, Nelson de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:29:50Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:29:50Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-08-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-08-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-08-
Data de envio: dc.date.issued2017-10-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/31372-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/633100-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2017.-
Descrição: dc.descriptionO presente estudo se insere na temática da gestão universitária e suas interfaces com as políticas públicas para a educação superior, tomando como foco de estudo a Universidade Estadual de Goiás, a UEG, e sua importância estratégica para o estado de Goiás. O propósito é ampliar os conhecimentos sobre a universidade contemporânea de formato multicampi e os desdobramentos que se apresentam para a gestão de seus processos acadêmicos. Toma, como problema investigativo, as dificuldades que uma universidade multicampi enfrenta para lograr seu desenvolvimento institucional. Analisa as categorias tais como a organização e planejamento de instituições universitárias; a gestão sob a ótica da participação colegiada e como se processa a tomada de decisões; a autonomia e o esfacelamento da autonomia nos diversos campi, bem como a descentralização e a regularidade do financiamento para as unidades que a compõem e, por último, as características que conformam a interiorização – quanto à composição do quadro docente, à infraestrutura, à oferta de cursos. Analisa, ainda, como ocorre a inclusão social, no que concerne à pertinência das ações acadêmicas com respeito às características socioeconômicas e culturais do seu entorno. Buscou-se, ainda, apreender as tensões que se estabelecem entre os diversos grupos de interesse envolvidos na criação e expansão da Universidade e as agências de regulação externa. No campo empírico, foram entrevistados alguns de seus gestores de modo a capturar as diferentes percepções entre os gestores do nível central e aqueles que estão à frente dos campi. Foi realizada uma pesquisa teórico-conceitual, buscando aclarar os desafios que se impõem à universidade atual, no que concerne à expansão e à democratização da educação superior. Entre os muitos autores selecionados, citamos Weber (1982, 1989), Baldrigde (1971) Creswell (1985), Boaventura Santos (2011), Chauí (2003), Dias Sobrinho (2010), Morosini (2009). Entre os resultados destaco a proposição de uma tipologia para as universidades multicampi; uma tendência de centralização dos processos acadêmicos, porém sem pessoal suficiente; preocupação com os riscos de fragmentação da instituição; baixa autonomia decisória no âmbito dos campi; a homogeneização dos currículos dos cursos como forma de assegurar a qualidade mínima nos cursos; a ocorrência de estudos sobre a vida e a cultura local; e a fragilidade da representação democrática na instituição e as questões que se interpõem à tomada de decisões e seu distanciamento dos reclamos da sociedade local, imersa em uma ausência de cultura participativa na gestão, marca essencial de uma universidade pública.-
Descrição: dc.descriptionThe present study is part of the subject about university management and its interfaces with public policies for higher education, focusing on the (Goiás State University, the UEG), and its strategic importance for the state of Goiás. The purpose is to enlarge the knowledge about the contemporary university of multicampi format and the unfolding that present itself for the management of its academic processes. It takes as an investigative problem, the difficulties that a multicamp university faces in order to achieve its institutional development. It analyzes the categories such as the organization and planning of university institutions; management from the point of view of collegial participation and how decisions are made; the autonomy and the decomposition of autonomy in all the campuses, as well as the decentralization and regularity of the financing for the units that compose it, and, finally, the characteristics that make up the internalization - regarding the composition of the teaching group, the infrastructure, the offering of the courses. It also analyzes how social inclusion occurs, regarding the pertinence of academic actions concerning to the socioeconomic and cultural characteristics of their environment. It was also sought to understand the tensions that are established between the various interest groups involved in the creation and expansion of the University and the external regulatory agencies. In the empirical field, some of its managers were interviewed in order to capture the different perceptions between managers at the central level and those at the head of the campuses scattered throughout the state. In order to support the analysis, a theoretical-conceptual research was carried out, seeking to clarify the challenges that are imposed on the current university, in what concerns the expansion and democratization of higher education. Among the many authors selected, Weber (1982, 1989), Baldrigde (1971) Creswell (1985), Boaventura Santos (2011), Chauí (2003), Dias Sobrinho (2010) and Morosini (2009). Among the results I highlight the proposition of a typology for multicampi universities; a tendency of centralization of academic processes, but without sufficient personnel; concern about the risks of fragmentation of the institution; low decisionmaking autonomy in campuses; the homogenisation of the curricula of the courses as a way to assure the minimum quality in the courses; the occurrence of studies on local life and culture; and the fragility of democratic representation in the institution and the questions that stand in the way of decision-making and its distance from the demands of local society, immersed in an absence of participatory culture in management, an essential mark of a public university.-
Descrição: dc.descriptionEl presente estudio se inserta en la temática de la gestión universitaria y sus interfaces con las políticas públicas para la educación superior, tomando como foco de estudio la Universidad Estadual de Goiás, la UEG, y su importancia estratégica para el estado de Goiás. los conocimientos acerca de la universidad contemporánea de formato multicampi y los desdoblamientos que se presentan para la gestión de sus procesos académicos. Toma como problema investigativo las dificultades que una universidad multicampi enfrenta para lograr su desarrollo institucional. Analiza las categorías tales como la organización y planificación de instituciones universitarias; la gestión bajo la óptica de la participación colegiada y cómo se toma la toma de decisiones; la autonomía y la descomposición de la autonomía en los diversos campi, así como la descentralización y la regularidad del financiamiento para las unidades que la componen y, por último, las características que conforman la interiorización - en cuanto a la composición del cuadro docente, a la infraestructura, a la oferta de cursos. Se analiza, además, cómo ocurre la inclusión social, en lo que concierne a la pertinencia de las acciones académicas con respecto a las características socioeconómicas y culturales de su entorno. Se buscó, además, aprehender las tensiones que se establecen entre los diversos grupos de interés involucrados en la creación y expansión de la Universidad y las agencias de regulación externa. En el campo empírico, fueron entrevistados algunos de sus gestores para capturar las diferentes percepciones entre los gestores del nivel central y aquellos que están al frente de los campi esparcidos por el estado y que componen, entre otros, los colegios superiores de la UEG. Para dar soporte al análisis, se realizó una investigación teóricoconceptual, buscando aclarar los desafíos que se imponen a la universidad actual, en lo que concierne a la expansión ya la democratización de la educación superior. Entre los muchos autores seleccionados, citamos a Weber (1982, 1989), Baldrigde (1971) Creswell (1985), Boaventura Santos (2011), Chauí (2003), Dias Sobrinho (2010), Morosini (2009). Entre los resultados destaco la propuesta de una tipología para las universidades multicampi; una tendencia de centralización de los procesos académicos, pero sin personal suficiente; preocupación por los riesgos de fragmentación de la institución; baja autonomía decisoria en el ámbito de los campus; la homogeneización de los currículos de los cursos como forma de asegurar la calidad mínima en los cursos; la ocurrencia de estudios sobre la vida y la cultura local; y la fragilidad de la representación democrática en la institución y las cuestiones que se interponen a la toma de decisiones y su distanciamiento de los reclamos de la sociedad local, inmersa en una ausencia de cultura participativa en la gestión, marca esencial de una universidad pública.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectEnsino superior-
Palavras-chave: dc.subjectUniversidade Estadual de Goiás-
Palavras-chave: dc.subjectGestão universitária-
Palavras-chave: dc.subjectGestão - ensino superior-
Palavras-chave: dc.subjectPolítica pública-
Título: dc.titleUniversidade multicampi e sua gestão acadêmica : o caso da Universidade Estadual de Goiás-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.