A dimensão emocional no design do móvel brasileiro

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorMartinez, Elisa de Souza-
Autor(es): dc.creatorMaynardes, Ana Claudia-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:28:57Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:28:57Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-05-19-
Data de envio: dc.date.issued2016-05-19-
Data de envio: dc.date.issued2016-05-19-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/20320-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.26512/2015.03.T.20320-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/632745-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2015.-
Descrição: dc.descriptionEsta pesquisa avaliou que o atual processo projetual do designer direciona os objetos a caminhos em que aspectos emocionais são considerados ou privilegiados como construtos, por meio de uma investigação das “qualidades” ou características evidenciadas nos objetos que desencadeariam respostas emocionais.Verificou como se desenvolve e se orienta a criação ou o projeto de objetos com características emocionais. A percepção das emoções por meio das funções dos objetos está diretamente associada aos aspectos sociais, culturais e de percepção do indivíduo, pois são eles que determinarão a intensidade do interesse pelo objeto e diversificarão as formas de compreensão, de interação e de utilização. Assim, este trabalho analisou e entendeu quais são e como são embutidos os pressupostos simbólicos, estéticos, culturais e sociais nos produtos a ponto de serem considerados “objetos emocionais”. O setor moveleiro no Brasil foi escolhido representativo para esta pesquisa, que objetivou compreender e descrever os aspectos, as qualidades e as características emocionais do móvel doméstico brasileiro, considerando o projeto do móvel “de autor”; e identificou nessas características as relações estabelecidas com o “design emocional”. Ao analisar os móveis Poltrona Mole, de Sergio Rodrigues; Cadeira Vermelha, dos Irmãos Campana; e Banco Siri, de Claudia Moreira Salles, buscou-se perceber como suas características proeminentes aguçam o processo subjetivo do indivíduo e abrem para um processo de significação. Quanto ao objeto emocional, foi definido como aquele que está apto a oferecer ressignificações e ressimbolizações ao longo do cotidiano imediato e da vida do sujeito: propõe estórias, permite trocas, e possibilita que a história do sujeito seja contada por meio de suas relações.-
Descrição: dc.descriptionThrough an investigation of the “qualities” or characteristics of objects capable of triggering emotional responses, this paper evaluated that the current design process followed by designers leads objects to paths where emotional aspects are considered and privileged as constructs. It analyzed how the process of creating or designing objects with emotional characteristics is developed and directed. The perception of emotions through an object’s functions is directly associated with an individual’s social, cultural and perception aspects, as these will determine the intensity of interest in the object and promote new forms of understanding, interaction and use. In this regard, this paper analyzes and shows what are the symbolic, aesthetic, cultural and social assumptions and how they are embedded in the products to the point of being considered “emotional objects.” The Brazilian furniture sector was chosen as representative for this paper, which aimed at understanding and describing the aspects, qualities and emotional characteristics of domestic furniture in Brazil, considering designer furniture pieces, and identified the relationships established with “emotional design” in these characteristics. In analyzing the furniture pieces Poltrona Mole, by Sergio Rodrigues, Cadeira Vermelha, by the Campana Brothers, and Banco Siri, by Claudia Moreira Salles, this paper sought to understand how their prominent characteristics sharpen an individual’s subjective process and lead to a process of signification. Emotional objects were defined as those capable of giving new meanings and symbolizations during the individual’s immediate and daily life: they propose stories, enable exchanges and allow for the individual’s story to be told through his or her relationships.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectDesign-
Palavras-chave: dc.subjectDesign de produto-
Palavras-chave: dc.subjectEmoções-
Palavras-chave: dc.subjectMobiliário - design-
Título: dc.titleA dimensão emocional no design do móvel brasileiro-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.