Cem anos da Entomologia Forense no Brasil (1908-2008)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorPujol-Luz, José Roberto-
Autor(es): dc.creatorArantes, Luciano Chaves-
Autor(es): dc.creatorConstantino, Reginaldo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:27:49Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:27:49Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/27175-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://dx.doi.org/10.1590/S0085-56262008000400001-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/632285-
Descrição: dc.descriptionApresentamos uma história do desenvolvimento da Entomologia Forense no Brasil e uma avaliação do estado da arte e perspectivas. Esses estudos no Brasil iniciaram-se em 1908 com os trabalhos pioneiros de Roquette-Pinto e Oscar Freire, que notaram a grande diversidade da fauna de insetos necrófagos e a impossibilidade de aplicação direta de métodos desenvolvidos na Europa. Nas últimas duas décadas a Entomologia Forense tem avançado rapidamente no Brasil, mas ainda existem lacunas importantes no conhecimento, especialmente com relação à taxonomia, biologia e ecologia dos principais grupos de moscas e besouros necrófagos e também falta de integração entre os entomologistas e a polícia judiciária. Atualmente existem no Brasil mais de 20 pesquisadores desenvolvendo pesquisas relacionadas com Entomologia Forense e algumas dezenas de peritos criminais com treinamento nessa área, em quase todos os estados brasileiros. Neste trabalho são também apresentadas algumas diretrizes para políticas de desenvolvimento deste campo de pesquisas no Brasil.-
Descrição: dc.descriptionThe history of the development of forensic entomology in Brazil, its current status and perspectives are reviewed. Those studies in Brazil began in 1908 with the pioneer works conducted by Roquette-Pinto and Oscar Freire, who noted the high diversity of the native fauna of necrophagous insects and the impossibility of direct application of the methods developed in Europe. In the last two decades, forensic entomology advanced rapidly in Brazil, but there still are some important limitations, especially in relation to the taxonomy, biology and ecology of necrophagous insects and the lack of interaction between researchers and police investigators. Today there are in Brazil over 20 researchers involved with forensic entomology and tens of police investigators with some training in this field. Guidelines for the development of this field of investigation in Brazil are also presented.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherSociedade Brasileira De Entomologia-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsRevista Brasileira de Entomologia - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License (CC BY NC ND 4.0). Fonte: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0085-56262008000400001. Acesso em: 25 jan. 2021.-
Palavras-chave: dc.subjectHistória-
Palavras-chave: dc.subjectInsetos necrófagos-
Palavras-chave: dc.subjectTafonomia-
Título: dc.titleCem anos da Entomologia Forense no Brasil (1908-2008)-
Título: dc.titleOne hundred years of forensic entomology in Brazil (1908-2008)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.