Imagens da sociopolítica Borum e suas transformações

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBaines, Stephen Grant-
Autor(es): dc.creatorPascoal, Walison Vasconcelos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:26:52Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:26:52Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-12-13-
Data de envio: dc.date.issued2011-12-13-
Data de envio: dc.date.issued2011-12-13-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/9717-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/631884-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, 2010.-
Descrição: dc.descriptionOs Borum são uma conjunção histórica de vários subgrupos indígenas que habitam imemorialmente a região leste do Brasil. A maioria dos Borum vive atualmente no médio Vale do Rio Doce, na Terra Indígena Krenak. São falantes de uma língua do tronco macro-jê, e reconhecidos pelo Estado Nacional pelo etnônimo Krenak. Os Borum apresentam uma organização social marcada por constantes cisões e fusões, na qual as relações de hostilidade representam um importante mecanismo de se relacionar com o Outro. Este trabalho parte de pesquisa bibliográfica e etnográfica com a proposta de pensar esses mecanismos de fusão e cisão dos Borum como um processo sociopolítico que transcorre em diferentes níveis pela atualização de relações de competição e cooperação. Para exemplificar este processo apresento dados da pesquisa de campo realizada em 2009, tendo como foco a implantação de medidas mitigadoras dentro da Terra Indígena Krenak após um longo conflito dos Borum com a Usina Hidrelétrica de Aimorés. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe Borum are an Indigenous society which originated from the historical amalgamation of several Indigenous groups which have inhabited, from ancient times, the east of Brazil. The majority of the Borum live today in the middle valley of the River Doce, in the Krenak Indigenous Lands. They speak a language of the Macro-Ge linguistic trunk, and are recognized by the Brazilian national State by the ethnonym, ‘Krenak’. The social organization of the Borum is characterized by constant fissions and fusions, hostile relations being an important mechanism for relating to the Other. This Masters dissertation is based on bibliographical and ethnographic research and proposes to think of the Borums’ strategies of fusion and fission as a sociopolitical process which occurs at different levels through the updating of relations of competition and cooperation. To exemplify this process I present data from field research undertaken in 2009, focusing on the establishment of mitigating measures within the Krenak Indigenous Lands after a long conflict between the Borum and the Aimorés Hydroelectric Project built on the River Doce.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectEtnologia-
Palavras-chave: dc.subjectÍndios - vida e costumes sociais-
Título: dc.titleImagens da sociopolítica Borum e suas transformações-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.