Acadêmicos indígenas em Roraima e a construção da interculturalidade indígena na universidade : entre a formação e a transformação

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBaines, Stephen Grant-
Autor(es): dc.creatorLisboa, João Francisco Kleba-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:24:44Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:24:44Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-08-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-08-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-08-14-
Data de envio: dc.date.issued2017-05-05-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/24109-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/631014-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2017.-
Descrição: dc.descriptionA presença de indígenas em universidades no estado de Roraima acompanha um fenômeno mais amplo, e relativamente recente, de demandas do movimento indígena por acesso à educação escolar e ao ensino superior, enquanto possibilidade de contribuir coletivamente com as lutas pelos direitos indígenas, com o fortalecimento de suas comunidades e sistemas de conhecimento e com a melhoria de suas condições de vida, após séculos de invasão e espoliação de seus territórios, exploração econômica e discriminação racial, social e epistêmica a que os povos indígenas foram submetidos. Longe de representarem um aceite incondicional aos conteúdos, formas e métodos escolares e acadêmicos não-indígenas, essas demandas são acompanhadas por profundos questionamentos aos modos ocidentais de ensino e aprendizagem, de vida e de produção (e portanto, também de produção de conhecimento), assim como à ciência moderna e seus pesquisadores. Nas falas dos acadêmicos indígenas de Roraima a partir de suas trajetórias de vida, é possível constatar as múltiplas influências culturais que preenchem suas rotinas, entre a maloca (comunidade, aldeia) e a cidade, entre os saberes tradicionais indígenas que ouvem de seus pais e avós e os saberes acadêmicos que ouvem de suas professoras e professores na faculdade. Nesta tese, portanto, procuro observar a construção da interculturalidade na universidade a partir do ponto de vista desses indígenas que a vivenciam em meio a outras experiências no espaço urbano, no movimento indígena e estudantil, na arte, em viagens ou nas terras indígenas.-
Descrição: dc.descriptionThe presence of Indigenous People in universities in the state of Roraima follows a broader and fairly recent phenomenon of demands from the indigenous movement for access to school education and higher education, as a possibility to contribute collectively to the struggles for indigenous rights, the strengthening of their communities and systems of knowledge and with an improvement in their living conditions, after centuries of invasion and plunder of their territories, economic exploitation and racial, social and epistemic discrimination. Far from representing an unconditional acceptance for non-indigenous academic contents, forms and methods, these demands are accompanied by profound questioning about occidental modes of teaching and learning, of life and production (as too knowledge production), as well as modern science and its researchers. In the speeches of the indigenous academics of Roraima from their life trajectories, it is possible to see how multiple cultural influences fill their routines, between the maloca (community, village) and the city, between traditional indigenous knowledges they hear from their parents and grandparents and the academic knowledges they hear from their teachers in college. In this thesis, therefore, I try to observe the construction of interculturality in the university from the point of view of these Indians who experience it among other experiences in the urban space, in the indigenous and student movement, in arts, travels or indigenous lands.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectIndígenas-
Palavras-chave: dc.subjectEducação - aspectos sociais-
Palavras-chave: dc.subjectInterculturalidade-
Palavras-chave: dc.subjectRoraima - índios-
Palavras-chave: dc.subjectUniversitários - comportamento-
Título: dc.titleAcadêmicos indígenas em Roraima e a construção da interculturalidade indígena na universidade : entre a formação e a transformação-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.