Cultura como matriz formativa na licenciatura em educação do campo da UnB: potencialidades do trabalho com o teatro político e o vídeo popular

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorMolina, Mônica Castagna-
Autor(es): dc.creatorSilva, Adriana Gomes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:23:58Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:23:58Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-30-
Data de envio: dc.date.issued2019-10-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38485-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/630698-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2019.-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho busca compreender qual o papel da Cultura como matriz formativa na Licenciatura em Educação do Campo da UnB, dando ênfase às potencialidades do trabalho com o Teatro Político e o Vídeo Popular e suas contribuições para a práxis formativa de educadores do campo na elevação dos níveis de consciência política. Aspectos como a complexidade dos conceitos de Cultura produzidos historicamente, o legado do Movimento de Cultura Popular, do Centro de Cultura Popular e a atuação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra por meio da Educação e da Cultura, são ressaltados como fundamentais neste trabalho para compreender as bases epistemológicas que orientam a Licenciatura em Educação do Campo, especialmente, na área de Linguagens com o trabalho estético do componente de Artes. A fundamentação teórica da pesquisa está dividida em três partes: a historicidade da construção de uma Cultura Política no Brasil, a luta pela Educação do Campo no seio dos movimentos sociais e a relação com a Universidade de Brasília; as transições e o acúmulo na reformulação do Projeto Político Pedagógico do Curso da Licenciatura em Educação do Campo, e as especificidades na área de concentração em Linguagens com o Teatro e o Audiovisual no Tempo Universidade e no Tempo Comunidade, e a importância do Programa Terra em Cena como continuidade de processos formativos para além da sala de aula; e as estratégias e produções artísticas/estéticas produzidas pelos educadores do campo egressos da LEdoC, com cunho estético e político que impactam, diretamente, nas formas de organização e atuação contra-hegemônicas dos sujeitos que as produzem. Com a análise desses processos, partindo da realidade dos educandos do campo, o corpus de pesquisa com recorte temporal de 2014 a 2018, propusemos um olhar para os sujeitos do campo, assim como de um processo de ensino-aprendizagem em diferentes dimensões: as reflexões sobre o trabalho com as linguagens teatral e audiovisual nesta licenciatura, com desdobramentos no ensino, na pesquisa e na extensão; as contribuições dessa área de conhecimento para formação e elevação dos níveis de consciência política e dimensões de reconhecimento da identidade camponesa e quilombola pela compreensão de uma cultura política vinda do acúmulo dos movimentos sociais do campo e vivida em seus territórios. Após a análise, compreendemos que as experiências estéticas e a práxis formativa com as linguagens artísticascontribuem para a auto-organização e atuação, tanto nas escolas como nas comunidades. Acreditamos que a sistematização e análise destas experiências colaboram nos processos de formação, ensino e aprendizagem voltados às escolas do campo e as comunidades envolvidas com a perspectiva de uma educação Omnilateral na construção da hegemonia da classe trabalhadora e da transformação social.-
Descrição: dc.descriptionThis work seeks to understand the role of Culture as a formative matrix in the UnB Degree Licenciatura em Educação do Campo, emphasizing the potential of working with the Political Theater and Popular Video and their contributions to the formative praxis of field educators in raising levels. of political conscience. Aspects such as the complexity of the historically produced concepts of Culture, the legacy of the Popular Culture Movement, the Popular Culture Center and the performance of the Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra through Education and Culture are highlighted as fundamental in this work to understand the epistemological bases that guide the Licenciatura em Educação do Campo, especially in the area of Languages with the aesthetic work of the Arts component. The theoretical basis of the research is divided into three parts: the historicity of the construction of a political culture in Brazil, the struggle for rural education within social movements and the relationship with the University of Brasilia; the transitions and accumulation in the reformulation of the Pedagogical Political Project of the Curso da Licenciatura em Educação do Campo, and the specificities in the area of concentration in Languages with Theater and Audio-visual in the University and Time Community, and the importance of the Programa Terra em Cena as continuity of formative processes beyond the classroom; and the strategies and artistic/aesthetic productions produced by LEdoC graduated field educators, with an aesthetic and political subjects that directly impact the forms of organization and counter-hegemonic performance of the subjects who produce them. With the analysis of these processes, starting from the reality of the field students, the research corpus with time frame from 2014 to 2018, we proposed a look at the subjects of the field, as well as a teachinglearning process in different dimensions: the reflections about working with theatrical and audio-visual languages in this degree, with consequences in teaching, research and extension; the contributions of this area of knowledge to the formation and elevation of the levels of political awareness and recognition dimensions of the peasant and quilombola identity by the understanding of a political culture coming from the accumulation of the rural social movements and lived in their territories. After the analysis, we understand that aesthetic experiences and formative praxis with artistic languages contribute to self-organization and performance, both in schools and in communities. We believe that the systematization and analysis of these experiences collaborate in the formation, teaching and learning processes aimed at rural schools and the communities involved with the perspective of an Omnilateral education in the construction of working class hegemony and social transformation.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectCultura política-
Palavras-chave: dc.subjectEducação do campo-
Palavras-chave: dc.subjectLinguagens teatral e audiovisual-
Palavras-chave: dc.subjectConsciência política-
Título: dc.titleCultura como matriz formativa na licenciatura em educação do campo da UnB: potencialidades do trabalho com o teatro político e o vídeo popular-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.