Discurso e letramentos críticos com perspectiva de gênero social e intersecções : uma experiência em escola-campo

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorVieira, Viviane Cristina-
Autor(es): dc.contributoramanda_yea@hotmail.com-
Autor(es): dc.creatorRechetnicou, Amanda Oliveira-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:23:21Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:23:21Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-08-11-
Data de envio: dc.date.issued2021-08-11-
Data de envio: dc.date.issued2021-08-11-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/41627-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/630438-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2021.-
Descrição: dc.descriptionNesta tese, apresento resultados de uma pesquisa que teve como objetivo investigar representações discursivas de gênero social, e interseccionalidades, em uma experiência pedagógica de leitura, com ênfase nas possibilidades e potencialidades de letramentos críticos com perspectiva de gênero. Trata-se de uma pesquisa etnográfico-discursiva e colaborativa realizada em uma das escolas executoras do Programa Mulheres Inspiradoras (PMI). O estudo discute dinâmicas de leitura crítica de obras literárias de escritoras negras propostas pelo PMI como uma ação político pedagógica capaz de problematizar ideologias e relações sociais que operam na sustentação da hegemonia do sistema colonial-moderno de poder, incluídas as relações de gênero (LUGONES, 2008). Por meio de abordagens teórico-metodológicas inspiradas nas pesquisas colaborativas (IBIAPINA, 2016); nas perspectivas críticas e decoloniais feministas (LUGONES, 2008; 2014; CURIEL, 2020; SEGATO, 2016; 2017) e nos estudos críticos do discurso (FAIRCLOUGH, 2003; LAZAR, 2007; VIEIRA; RESENDE, 2011), este trabalho analisa representações de gênero social e processos identitários observados em rodas de leitura, de debate e de conversa realizadas com participantes da pesquisa em 2017 e 2018 em um Centro de Ensino Fundamental situado em Ceilândia-Distrito Federal (DF). O estudo etnográfico-discursivo e colaborativo indica as seguintes contribuições da leitura crítica de literatura produzida por escritoras negras na escola-campo: a) promoção de práticas de reexistência (SOUZA, 2009, 2011) frente a discursos hegemonizantes, normativos e coloniais sobre gênero social, com potencial de de-legitimação de ideologias racistas e machistas; b) desenvolvimento de processos de de-narrativização de representações racistas, sexistas e cis-heteronormativas; c) ampliação de processos de conscientização sobre intersecções de gênero social, raça e sexualidade; e d) reconhecimento, de participantes, acerca de outras formas possíveis de agir, ser e viver para desafiar opressões ligadas à colonialidade de gênero. A pesquisa aponta que projetos didático-pedagógicos de letramentos críticos com perspectiva de gênero social e intersecções podem contribuir para efetivar mudanças significativas no contexto escolar em prol de uma educação mais justa e igualitária, antirracista e antissexista.-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).-
Descrição: dc.descriptionIn this thesis, I present the results of a research study which that aimed to investigate discursive representations of social gender, and intersectionalities, in a pedagogical reading experience, with an emphasis on the possibilities and potential of critical literacies with a gender perspective. This is an ethnographic-discursive and collaborative research study carried out in one ofthe participating executing schools of the Programa Mulheres Inspiradoras (PMI). The study discusses critical reading dynamics of literary works by black women writers proposed by PMI as a political pedagogical action capable of problematizing ideologies and social relations that operate in support of the hegemony of the colonial-modern system of power, including gender relations (LUGONES, 2008). Through theoretical and methodological approaches inspired by collaborative research (IBIAPINA, 2016); in feminist critical and decolonial perspectives (LUGONES, 2008; 2014; CURIEL, 2020; SEGATO, 2016; 2017) and in critical discourse studies (FAIRCLOUGH, 2003; LAZAR, 2007; VIEIRA; RESENDE, 2011), this work analyzes representations of social gender and identity processes observed in reading, debate, and conversation circles conducted with research participants in 2017 and 2018 at a Primary Education Center located in Ceilândia-Distrito Federal (DF). The ethnographic discursive and collaborative study indicates the following contributions from the critical reading of literature produced by black women writers in the field school under study: a) promotion of reexistence practices (SOUZA, 2009, 2011) in the face of hegemonizing, normative and colonial discourses on social gender, with the potential to de-legitimize racist and sexist ideologies; b) development of de narrativization processes of racist, sexist and cis-heteronormative representations; c) expansion of awareness processes about intersections of social gender, race and sexuality; and d) the participants' recognition of other possible ways of acting, being and living to challenge oppressions linked to gender coloniality. The research points out that didactic-pedagogical projects of critical literacies with a perspective of social gender and intersections can contribute to effecting significant changes in the school context in favor of a more just and egalitarian, anti-racist, and anti-sexist education.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectDiscurso-
Palavras-chave: dc.subjectLetramentos críticos-
Palavras-chave: dc.subjectGênero social-
Palavras-chave: dc.subjectInterseccionalidade-
Título: dc.titleDiscurso e letramentos críticos com perspectiva de gênero social e intersecções : uma experiência em escola-campo-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.