Apiaceae Lindl. em Goiás e Tocantins, Brasil

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorProença, Carolyn Elinore Barnes-
Autor(es): dc.creatorCota, Maria Raquel de Carvalho-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:22:56Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:22:56Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-05-16-
Data de envio: dc.date.issued2011-05-16-
Data de envio: dc.date.issued2011-05-16-
Data de envio: dc.date.issued2009-04-17-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/7794-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/630272-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2009.-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho faz parte do projeto “Flora dos estados de Goiás e Tocantins: Coleção Rizzo”, o qual tem como objetivos o levantamento e o tratamento morfológico e taxonômico das espécies nativas e espontâneas de Apiaceae destes estados. Apiaceae é uma das grandes famílias de Angiospermas, compreende 300-462 gêneros e 2500-3750 espécies de distribuição cosmopolita, principalmente em áreas montanhosas e temperadas, sendo rara nas regiões tropicais. Na flora brasileira é pouco representada, com oito gêneros e ca. de 100 espécies encontradas principalmente em ambientes úmidos e com altitudes elevadas. Nos estados de Goiás e Tocantins, a família está representada por duas das quatro subfamílias: Saniculoideae Burnett e Azorelloideae Plunkett & Lowry, e por 22 taxa, distribuídos em 3 gêneros, Eryngium L. com 20 espécies: Eryngium brasiliense Const., E. ebracteatum Lam., E. floribundum Cham. & Schltdl., E. foetidum L.*, E. goyazense Urb., E. hemisphaericum Urb., E. hookeri Walp.*, E. horridum Malme, E. irwinii Const., E. juncifolium (Urb.) Math. & Const., E. marginatum Pohl ex Urb., E. pandanifolium Cham. & Schltdl., E. pohlianum Urb., E. pristis Cham. & Schltdl., E. regnellii Malme, E. serra Cham. & Schltdl., E. subinerme (Wolff) Math. & Const., E. aff. zosterifolium Wolff*, E. sp.1, E. sp.2; Klotzschia Cham. e Spananthe Jacq. com uma espécie cada: Klotzschia glaziovii Urb. e Spananthe paniculata Jacq. A monografia inclui chaves de identificação, descrições, ilustração e mapas de distribuição para os gêneros e espécies, além de comentários sobre morfologia, taxonomia e ecologia. Três espécies de Eryngium (*) são novas citações para o bioma Cerrado; duas espécies não foram identificadas, e podem ser uma nova espécie; para uma espécie, E. aff. zosterifolium foi uma tentativa de identificação. Coletas adicionais e talvez um estudo da variabilidade morfológica da população de E. goyazense e E. zosterifolium na Serra dos Cristais seria interessante, assim como mais coletas da primeira espécie na Chapada dos Veadeiros. Coletas adicionais de Eryngium sp.2 no sudoeste de Goiás são necessárias para auxiliar a sua identificação. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis study is a contribution to the Flora dos estados de Goiás e Tocantins: Coleção Rizzo Project. Its aim is a morphological study and taxonomic monograph of the species of Apiaceae native or spontaneous to these states. Apiaceae is one of the large, cosmopolitan Angiosperm families. It includes 2500-3750 species, distributed in 300-462 genera, most of which are temperate or subtemperate; it is rare in tropical regions and usually concentrated in highland habitats. In the Brazilian flora it is poorly represented with 100 species in eight genera, found mostly in wet, high altitude areas. In Goiás and Tocantins, the family is represented by two of the four subfamilies: Saniculoideae and Azorelloideae and by 22 taxa, distributed in three genera. Eryngium L. is represented by 20 species: Eryngium brasiliense Const., E. ebracteatum Lam., E. floribundum Cham. & Schltdl., E. foetidum L.*, E. goyazense Urb., E. hemisphaericum Urb., E. hookeri Walp.*, E. horridum Malme, E. irwinii Const., E. juncifolium (Urb.) Math. & Const., E. marginatum Pohl ex Urb., E. pandanifolium Cham. & Schltdl., E. pohlianum Urb., E. pristis Cham. & Schltdl., E. regnellii Malme, E. serra Cham. & Schltdl., E. subinerme (Wolff) Math. & Const., E. aff. zosterifolium Wolff*, Eryngium sp.1 and Eryngium sp.2. Klotzschia Cham. And Spananthe Jacq. are represented by one species each: Klotzschia glaziovii Urb. and Spananthe paniculata Jacq. The monograph includes identification keys, descriptions, illustrations and distribution maps for the genera and species, as well as comments on morphology, taxonomy and ecology. Three species of Eryngium are new citations for the Cerrado Biome; two are unidentified to species level, and may be a new species; for one species, E. aff. zosterifolium, the determination is tentative. Additional collections and perhaps a population study of the morphological variability of E. goyazense and E. zosterifolium in the Serra dos Cristais would be of interest, as well as additional collections of the first species in the Chapada dos Veadeiros. Additional collections of Eryngium sp. 2 in southwestern Goiás are necessary to clarify its identity.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectBotânica - classificação-
Palavras-chave: dc.subjectUmbelífera-
Palavras-chave: dc.subjectBotânica - morfologia-
Título: dc.titleApiaceae Lindl. em Goiás e Tocantins, Brasil-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.