Aflatoxinas e ocratoxina A na dieta de lactentes e adultos : desenvolvimento de metodologia e avaliação da exposição

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCaldas, Eloísa Dutra-
Autor(es): dc.creatorAndrade, Patrícia Diniz-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:22:01Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:22:01Z-
Data de envio: dc.date.issued2012-10-24-
Data de envio: dc.date.issued2012-10-24-
Data de envio: dc.date.issued2012-10-24-
Data de envio: dc.date.issued2012-06-09-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/11472-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/629901-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2012.-
Descrição: dc.descriptionMicotoxinas são toxinas produzidas por fungos que contaminam alimentos e são potencialmente tóxicas ao homem e animais. Aflatoxinas (AFs; AFB1, AFB2, AFG1 e AFG2) são carcinogênicas em humanos e ocratoxina A (OTA) é considerada um possível carcinógeno humano. Os objetivos do presente estudo foram: 1) avaliar a exposição e risco carcinogênico da população brasileira a aflatoxinas na dieta, 2) desenvolver e validar metodologia analítica para análise de AFs, AFM1 e OTA em leite humano e, 3) avaliar o risco da ingestão de micotoxinas por crianças pelo consumo de leite de doadoras de banco de leite do Distrito Federal. Dados de AFs em alimentos foram obtidos de laudos de análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal e de artigos publicados. Consumo de alimentos e peso corpóreo foram obtidos da Pesquisa de Orçamento Familiar 2008/2009 conduzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Riscos à saúde resultantes da exposição à AFs foram estimados levando em conta seu potencial carcinogênico e a prevalência do vírus da hepatite B na população. O método analítico otimizado para análise de AFs, AFM1 e OTA utilizou a técnica de extração líquido-líquido com purificação à baixa temperatura e análise por HPLC/FD. Amostras de leite foram coletadas de doadoras de oito Bancos de Leite do Distrito Federal, entre Maio/2011 a Fevereiro/2012. A ingestão total de AFs pela população brasileira total e por altos consumidores de alimentos contendo AFs foi 6,8 e 27,6 ng/kg pc/dia, respectivamente. O risco de câncer para as duas populações chegou a 0,0753 e 0,3056 câncer/ano/105 indivíduos, respectivamente. A metodologia analítica desenvolvida apresentou limites de quantificação (LOQs) entre 0,005 e 0,03ng/mL, recuperações entre 73 e 99,5% e coeficientes de variação entre 1,8 e 17,3%. No total, foram analisadas 224 amostras de leite e apenas 2 foram positivas para as micotoxinas analisadas - AFB2 no nível do LOQ (0,005ng/mL), presença confirmada por LC-MS/MS. Estes resultados indicam que o consumo de leite materno dos Bancos de Leite não representa um risco à saúde de crianças advindo da exposição à micotoxinas. As crianças são consideradas mais susceptíveis aos efeitos tóxicos das micotoxinas e, portanto, a exposição à aflatoxinas e ocratoxina A, carcinógenos e possíveis carcinógenos em humanos, deve ser mantida no menor nível possível. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionMycotoxins are toxins produced by fungi that contaminate food and are potentially toxic for humans and animals. Aflatoxins (AFs; AFB1, AFB2, AFG1, AFG2 and AFG2) are known to be human carcinogens and ochratoxin A (OTA) is considered a possible human carcinogen. The objectives of this work were: 1) evaluate the exposure and carcinogenic risk of the Brazilian population through the consumption of food contaminated with AFs, 2) develop and validate a methodology for analysis of AFs, AFM1 and OTA in breast milk and, 3) evaluate the risks of exposure to these mycotoxins from the consumption of breast milk in the Federal District, Brazil. AF concentration data in food were obtained from analysis reports issued by the Central Public Health Laboratory of the Federal District and from published work. Food consumption and body weight data were obtained from a survey conducted in 2008/2009 by the Brazilian Institute of Geography and Statistics. Potential health risks arising from exposure to aflatoxins were assessed using the carcinogenic potency of AFs and hepatitis B virus prevalence in the Brazilian population. The optimized method for analysis of AFs, AFM1 and OTA consisted of a liquid-liquid extraction followed by purification at low temperature and analyses by HPLC/FD. Breast milk samples were collected from donors of eight Human Milk Banks of the Federal District, from May/2011 to February/2012. Total AF intake for the total Brazilian population and consumers-only were 6.8 and 27.6 ng/kg bw/day, respectively. Cancer risk reached 0.0753 cancers/year/105 individuals for the total population and 0.3056 cancers/year/105 individuals for consumers-only. The developed methodology of analysis had limits of quantification (LOQs) that ranged from 0.005ng/mL to 0.03ng/mL, recoveries from 73-99.5% and relative standard deviations from 1.8-17.3%. A total of 224 breast milk samples were analyzed and only two were positive, containing AFB2 at the LOQ level (0.005ng/mL), and its presence was confirmed by LC-MS/MS. These results indicate that consumption of breast milk does not pose a health risk arising from exposure to mycotoxins for infants who consumed milk from milk banks of the Federal District. Children are considered more susceptible to toxic effects of mycotoxins and, therefore, exposure to aflatoxins and ochratoxin A, known to be carcinogens and possible carcinogens to humans, should be kept as low as reasonable achievable.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectLeite humano-
Palavras-chave: dc.subjectAvaliação de riscos de saúde-
Palavras-chave: dc.subjectMicotoxinas-
Título: dc.titleAflatoxinas e ocratoxina A na dieta de lactentes e adultos : desenvolvimento de metodologia e avaliação da exposição-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.