Mineralização de ouro no greenstone belt Pilar de Goiás : aplicação de técnicas geoquímicas para definição de vetores prospectivos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorToledo, Catarina Labouré Bemfica-
Autor(es): dc.contributorSilva, Adalene M.-
Autor(es): dc.creatorBacha, Rafael Rachid Barbieri-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:21:08Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:21:08Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2019-08-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38154-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/629549-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geologia, 2019.-
Descrição: dc.descriptionEsta pesquisa tem como objetivo testar a hipótese de que a alta razão da mobilidade dos elementos álcalis pode ser utilizada para interpretar percolação de fluidos associados a sistemas hidrotermais auríferos hospedados em rochas metassedimentares, podendo gerar vetores geoquímicos que favoreçam a descoberta de novos depósitos de ouro. Foram analisadas 469 amostras de rochas metassedimentares e máficas de dois furos de sondagem (JOT_002 e JOT_005) executados entre as minas de ouro de Pilar e Três Buracos no greenstone belt Pilar de Goiás, localizado no estado de Goiás. Ambos os furos de sondagem interceptaram tanto rochas mineralizadas em ouro quanto estéreis. Os resultados mostram que a proporção elementos móveis como Cs, Rb e Ba tendem a aumentar próximo aos níveis mineralizados em ouro e a diminuir conforme se distancia dos níveis. A razão ((Cs + Rb)/Th)UCC normalizada com crosta continental superior foi selecionada como comparativo para alteração hidrotermal para avaliar e distinguir possíveis zonas mineralizadas, onde ((Cs + Rb)/Th)UCC > 3, de zonas com ausência de mineralização aurífera, onde ((Cs + Rb)/Th)UCC < 3. Nos depósitos de Pilar e Três Buracos podem ser encontradas zonas com alta mobilidade de álcalis que são de 16 a 100 vezes maior do que o halo de alteração visual. Foram identificados dois halos principais nos furos de sondagem JOT_002 e JOT_005, e ambos estão correlacionados com teores elevados de ouro. Esta razão aumenta em direção a mineralização e valores ((Cs + Rb)/Th)UCC > 3 proporcionam vetores geoquímicos que podem levar a possíveis mineralizações de ouro.-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (capes) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (cnpQ)-
Descrição: dc.descriptionThis research aims the hypothesis that the mobility of alkali elements may be used to interpret fluid flow associated with gold-bearing hydrothermal systems hosted in metasedimentary rocks and therefore provide geochemical vectors to discover new gold deposits. The procedures involved the analysis of 469 samples of metasedimentary and mafic rock types from two drill holes (JOT_002 and JOT_005) between two gold mines (Pilar and Três Buracos) in the Pilar de Goiás greenstone belt, central Brazil. These drill holes have intercepted mineralized and barren rock types. The results reveal that the mobile elements Cs, Rb and Ba tend to be enriched in gold-bearing rock units and depleted in barren rock units. The upper continental crust normalized ratio ((Cs + Rb)/Th)UCC is adopted as the alteration index to evaluate and distinguish the possible mineralized zones, with ((Cs + Rb)/Th) UCC > 3, and barren zones with ((Cs + Rb)/Th) UCC < 3. In the Pilar and Três Buracos deposits can be found zones of alkali element enrichment which are 16 to 100 greater than the visible alteration halo. There are two main haloes identified in the analyzed drill holes (JOT_002 and JOT_005), and both are correlated to higher gold grades. The ratio increase towards mineralization and the values ((Cs + Rb)/Th) UCC > 3 provides a geochemical vector to possible gold mineralization.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectTerreno Arqueano-Paleoproterozóico de Goiás-
Palavras-chave: dc.subjectGreenstone belt Pilar de Goiás-
Palavras-chave: dc.subjectDepósitos de ouro hospedado em sequencias metassedimentares-
Palavras-chave: dc.subjectMobilidade de elementos álcalis-
Palavras-chave: dc.subjectVetores geoquímicos-
Palavras-chave: dc.subjectCinturão de rochas verdes-
Palavras-chave: dc.subjectPilar de Goiás-
Título: dc.titleMineralização de ouro no greenstone belt Pilar de Goiás : aplicação de técnicas geoquímicas para definição de vetores prospectivos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.