Transtornos de personalidade, psicopatia e serial killers

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorMorana, Hilda C. P.-
Autor(es): dc.creatorStone, Michael H.-
Autor(es): dc.creatorAbdalla Filho, Elias-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:20:42Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:20:42Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued2006-12-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/26776-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462006000600005-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/629371-
Descrição: dc.descriptionOBJETIVO: Apresentar as características básicas dos diversos transtornos específicos de personalidade, mas centrando-se no transtorno de personalidade anti-social, fazendo sua diferenciação com psicopatia. O estudo ainda se propõe a abordar a figura do serial killer, apontando a presença de aspectos psicopáticos no homicídio seriado. MÉTODO: Uma revisão bibliográfica foi feita no sentido de se abordar convergências e divergências entre diversos autores sobre um assunto tão polêmico, sobretudo quanto à viabilidade de tratamento dessa clientela forense. RESULTADOS: Enquanto o transtorno de personalidade anti-social é um diagnóstico médico, pode-se entender o termo "psicopatia", pertencente à esfera psiquiátrico-forense, como um "diagnóstico legal". Não se pode falar ainda de tratamento eficaz para os chamados "serial killers". CONCLUSÃO: Os transtornos de personalidade, especialmente o tipo anti-social, representam ainda hoje um verdadeiro desafio para a psiquiatria forense. O local mais adequado e justo para seus portadores, bem como recomendação homogênea e padronizada de tratamento são questões ainda não respondidas.-
Descrição: dc.descriptionOBJECTIVE: To illustrate the basic characteristics of several specific personality disorders, focusing mainly in antisocial personality disorder. The differences between antisocial personality disorder and psychopathy are highlighted. Serial killers and its psychopathic aspects are also discussed. METHOD: A bibliographic review was completed in order to outline convergences and divergences among different authors about this controversial issue, especially those concerning the possibility of treatment. RESULTS: While anti-social personality disorder is a medical diagnosis, the term "psychopathy" (which belongs to the sphere of forensic psychiatry) may be understood as a "legal diagnosis". It is not still possible to identify an effective treatment for serial killers. CONCLUSION: Personality disorders, especially of the antisocial type, still represent a formidable challenge to forensic psychiatry today. Questions as yet unanswered include the best and most humane place for patients with this condition and the nature of a standardised treatment recommendation.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Idioma: dc.languagept_BR-
Idioma: dc.languageen-
Publicador: dc.publisherAssociação Brasileira de Psiquiatria - ABP-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsRevista Brasileira de Psiquiatria - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (CC BY NC 4.0). Fonte: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352000000500008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 12 jan. 2021.-
Palavras-chave: dc.subjectPsiquiatria forense-
Palavras-chave: dc.subjectDistúrbios da personalidade-
Palavras-chave: dc.subjectTranstorno de conduta-
Palavras-chave: dc.subjectHomicidas em série-
Título: dc.titleTranstornos de personalidade, psicopatia e serial killers-
Título: dc.titlePersonality disorders, psychopathy and serial killers-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.