Professores de artes visuais da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal : ressignificando saberes na formação continuada

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCastro, Rosana Andréa Costa de-
Autor(es): dc.creatorCarreira, Patrícia Antunes Netto-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:18:23Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:18:23Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2021-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2021-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2020-10-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/40213-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/628427-
Descrição: dc.descriptionDissertação (Mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Departamento de Artes, Programa de Pós- Graduação em Artes Visuais, Brasília, 2020.-
Descrição: dc.descriptionA formação continuada dos professores das escolas públicas do Distrito Federal se tornou rotina na SEEDF desde a inauguração da Escola de Aperfeiçoamento dos Professores (EAP), em 1988, e se consolidou com a implantação do Plano de Carreira dos Profissionais do Magistério, Lei 5.105/2013, e a vinculação da progressão salarial à participação em ações formativas (na então Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação – EAPE). Esta consolidação de um espaço formativo específico para profissionais da educação, fruto das ideias sobre o valor do aprender e do estudar constantes, presentes na legislação brasileira, nos traz agora questões sobre o modo como as ofertas de formação continuada repercutem nos saberes dos docentes, e em última instância, no modo como se revelam nas práticas de sala de aula e no ensino. Neste sentido, o que se pretende com este estudo é conhecer o estado da arte da formação continuada EAPE e a repercussão desta formação na percepção dos professores de artes visuais, bem como a identificação dos seus desdobramentos sobre as ações docentes. Considerando o professor como ator e como ser em constante processo de aprendizagem sobre o trabalho e no trabalho, norteiam este estudo as proposições de Tardif (2001, 2014) a respeito dos saberes docentes e o conceito de trabalho docente conforme delineado por Tardif e Lessard (2014). Ainda se buscam compreender as especificidades dos saberes e dos fazeres próprios dos professores de artes visuais, perpassando diferentes autores e suas análises sincrônicas e diacrônicas sobre esse profissional. Tal estudo se justifica pelo movimento constante de mudanças que a educação demanda e tem sido demandada, em especial a área de arte que oscila entre o fundamental e o dispensável, entre a livre experimentação e a aprendizagem de regras acadêmicas, e essas mudanças impactam diretamente na formação continuada dos professores de artes visuais. O desenho metodológico foi orientado por abordagem multimetodológica, utilizando levantamento documental junto à EAPE, relativo aos cursos da última década, e entrevistas com professores de artes visuais da SEEDF. Os resultados alcançados indicam que: por um lado, há uma oferta regular de formação continuada na área artes visuais, seja em proposições específicas ou em áreas correlatas, por outro lado, a percepção dos professores é que ainda há falha na oferta de formação específica para professores de artes visuais, embora haja um grau considerável de satisfação dos docentes e também a percepção de que esses cursos oferecem material e aprendizagem que impactam positivamente a prática docente em sala de aula.-
Descrição: dc.descriptionThe continued training of teachers in public schools in Distrito Federal has become a routine at SEEDF since the inauguration of EAP, in 1988, and it was consolidated with the implementation of the career plan in 2013, and the linking of salary progression to the participation in training actions (in the EAPE). This consolidation of a specific training center for education professionals, that is the result of ideas about the value of constant learning and studying, now brings us questions about how it reflects in the knowledge of teachers, and ultimately, the way it reflects classroom practices and teaching. In this sense, what is intended with this study is to know the condition of the art of continuing education EAPE and the repercussion of this training on the perception of visual arts teachers, as well as the identification of its impacts on teaching practices. Considering the teacher as an actor and a human being in a constant learning process about work and at work, this study is guided by Tardif's propositions (2001, 2014) regarding teaching knowledge and the concept of teaching work as coined by Tardif and Lessard (2014). The objective is also to undertand the specificities of the knowledge and actions of the visual arts teachers, going through different authors and their synchronic and diachronic analyzes about this particular professional. Such study is justified by the constant movement of change that education demands and has been demanded, especially the area of ​art that oscillates between the fundamental and the dispensable, between free experimentation and the learning of academic rules. These movements have a direct impact on training continuing education of visual arts teachers. The methodological design was guided by a multi- methodological approach, using a documentary survey with the EAPE, regarding the courses of the last decade, and interviews with SEEDF teachers of visual arts. The results achieved indicate that: on the one hand, there is a regular offer of continuing education in the visual arts area, whether in specific proposals or in related areas, but on the other hand, the perception of teachers is that there is still a failure in the offer of specific training for visual arts teachers, although there is a considerable number of satisfied teachers and also the perception that this courses offer material and learning that positively impact teaching practice in the classroom.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectProfessor de artes visuais-
Palavras-chave: dc.subjectSaberes docentes-
Palavras-chave: dc.subjectProfessores - formação continuada-
Palavras-chave: dc.subjectProfessores de arte-
Palavras-chave: dc.subjectProcesso de ensino - aprendizagem-
Título: dc.titleProfessores de artes visuais da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal : ressignificando saberes na formação continuada-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.