Comportamentos de ajuda no contexto urbano : um estudo experimental por meio do telefone

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorSilva, Abelardo Vinagre da-
Autor(es): dc.creatorGünther, Hartmut-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:17:07Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:17:07Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued2017-12-07-
Data de envio: dc.date.issued1999-12-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/25533-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://dx.doi.org/10.1590/S0102-37721999000300002-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/627914-
Descrição: dc.descriptionUtilitarismo e frieza nas relações pessoais entre habitantes de grandes cidades encontram respaldo em estudos norte-americanos. No Brasil, pouco se sabe sobre este tema. O uso do telefone como instrumento de pesquisa social experimental também não é freqüente em nossa cultura. Procurou-se verificar o nível de ajuda em função do tipo de residência (casa vs. apartamento), localização (centro vs. periferia) e gênero de quem pedia ajuda. Utilizando-se o procedimento do 'Número Errado' solicitou-se ajuda por telefone a 320 moradores de duas áreas urbanas. De modo geral, 39,3% das pessoas contatadas ajudaram da maneira solicitada. Tipo de residência e localização não influenciaram a taxa de ajuda, mas mulheres receberam significativamente mais ajuda que os homens. A utilização do telefone como instrumento de pesquisa social mostrou-se possível. Para seu uso experimental discutiram-se alguns cuidados metodológicos.-
Descrição: dc.descriptionCold and calculating interpersonal relations among residents of large cities are described in North American studies. Little is known, however, about this topic in Brazil. The use of the telephone as a research instrument in social experiments also is not common in Brazilian's culture. An attempt was made to verify helping behavior as a function of type of home (house vs. apartment), local (center vs. periphery) and gender of the person seeking help. Using the 'wrong number technique', help was solicited by phone from 320 residents in two urban areas. Overall, 39,3% of the persons contacted provided help. Type of home and local did not influence the rate of helping. However, female callers elicited more helping behavior than did male callers. The use the telephone as an instrument in social research proved possible. Several methodological aspects needing special attention in experimental use were also discussed.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherInstituto de Psicologia, Universidade de Brasília-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsPsicologia: Teoria e Pesquisa - This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License (CC BY NC). Fonte: https://www.scielo.br/j/ptp/a/YMFLWv5JYPv8sH6NwFNgfWS/?lang=pt#. Acesso em: 10 jul. 2021.-
Palavras-chave: dc.subjectComportamento pró-social-
Palavras-chave: dc.subjectTelefone-
Palavras-chave: dc.subjectAmbiente urbano-
Título: dc.titleComportamentos de ajuda no contexto urbano : um estudo experimental por meio do telefone-
Título: dc.titleHelping behavior in an urban setting : an experimental study using the telephone-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.