Mulheres na construção : uma alternativa para as trabalhadoras do Distrito Federal e do entorno?

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorYannoulas, Silvia Cristina-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Talita Santos de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:16:27Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:16:27Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-03-19-
Data de envio: dc.date.issued2014-03-19-
Data de envio: dc.date.issued2014-03-19-
Data de envio: dc.date.issued2014-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/15341-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/627648-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2014.-
Descrição: dc.descriptionO debate sobre os programas de qualificação profissionais contemporâneos é de suma importância para o entendimento da relação entre o trabalho e as políticas sociais no marco do capitalismo financeiro e do Estado neoliberal, principalmente quando se leva em conta as desigualdades entre homens e mulheres quanto ao acesso e à permanência no mercado de trabalho. Apesar da presença feminina no mercado de trabalho estar consolidada, a maioria das mulheres segue empregada em profissões e ocupações tidas como femininas, cujos salários e status sociais são inferiores dentro da estrutura ocupacional, dada a segmentação sexual das ocupações e a divisão sexual do trabalho. A divisão sexual do trabalho é frequentemente reafirmada pelas atuais políticas e programas sociais, tanto as que oferecem benefícios monetários, quanto as que visam à qualificação social e profissional para o trabalho. Por mais que elejam as mulheres como público-alvo, não possibilitam seu acesso igualitário ao mercado de trabalho, principalmente às ocupações tidas como masculinas, e acabam por reproduzir as desigualdades e os estereótipos de gênero no mundo do trabalho. Nesta dissertação, tomou-se como foco o programa Mulheres na Construção, executado no Distrito Federal e Entorno, como referência para análise dos programas de qualificação profissional para mulheres em áreas não tradicionais. O objetivo principal foi investigar como esses programas contribuem para inserção igualitária e menos diferenciada das mulheres em nichos majoritariamente ocupados pelos homens. A hipótese central que orientou esta pesquisa foi a de que tais programas, em vez de contribuírem para reduzir as assimetrias de gênero no mundo do trabalho, tendem a reforçar o estereótipo em torno da mão de obra feminina. A qualificação profissional oferecida às mulheres não rompe à rigor com a divisão sexual do trabalho e a inserção das mulheres nessas ocupações se dá de forma marginal, por meio da “feminização” de algumas atividades. A metodologia utilizada foi a de avaliação de políticas e programas sociais, aliada a técnica de estudo de caso. Procurou-se fundamentar a análise nos conceitos de gênero e de divisão sexual do trabalho, tendo como base também o referencial teórico metodológico marxista. As informações e dados subsidiários à avaliação do programa foram coletados pela realização de vinte entrevistas semiestruturadas com gestores e gestoras do programa, atores e atrizes sociais envolvidos em sua execução, e ainda, quinze mulheres qualificadas pelo programa. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe debate about contemporary professional qualification programs is of paramount importance in understanding the relationship that exists between labor and social policies in the context of financial capitalism and a neoliberal state, especially when considering the inequalities between men and women, in terms of accessing - remain within - the labor market. Despite the fact that women's presence in the labor market has become consolidated, most women are employed in professions and occupations typically regarded as female-oriented - featuring lower wages and status within the same occupational structure - given the gender-based segmentation of occupations and the sexual division of labor. The sexual division of labor is often reaffirmed by current social policies and programs, which offer monetary benefits as well as social and professional labor qualification. Even though these focus on women as the target population, they do not enable equal access by women to the labor market, especially to occupations regarded as typically male-oriented, and ultimately end up reproducing gender inequalities and stereotypes within the workplace. This dissertation focuses on the Mulheres na Construção (Women in Construction) program - put in place in the Federal District and surrounding regions - and which is used as a reference for the analysis of professional training programs aimed at women in non-traditional areas. The main objective was to investigate how such programs contribute to the equitable and less-differentiated inclusion of women in niches occupied mostly by men. The central hypothesis that guided this research postulates that such programs, instead of helping reduce gender differences in the workplace, actually tend to reinforce the stereotype that befalls the female workforce. Professional training offered to women, strictly speaking, does not do away with the sexual division of labor; the integration of women into these occupations occurs only marginally, through the "feminization" of certain activities. The methodology used here was the evaluation of social policies and programs, along with a case study. This paper sought to support the analysis through the concepts of gender and the sexual division of labor, and was also based on the Marxist theoretical framework. The information and data used in program evaluation were collected by carrying out twenty semi-structured interviews with male and female program managers and social players involved with program execution, as well as fifteen women who have undergone qualification by the program.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectConstrução civil-
Palavras-chave: dc.subjectDivisão do trabalho-
Palavras-chave: dc.subjectQualificações profissionais-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres - emprego-
Título: dc.titleMulheres na construção : uma alternativa para as trabalhadoras do Distrito Federal e do entorno?-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.