Histopatologia da leishmaniose tegumentar por Leishmania braziliensis braziliensis 1. padrões histopatológicos e estudo evolutivo das lesões

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorMagalhães, Albino Verçosa de-
Autor(es): dc.creatorMoraes, Mario Augusto Pinto de-
Autor(es): dc.creatorRaick, Alberto N.-
Autor(es): dc.creatorLlanos Cuentas, Alejandro-
Autor(es): dc.creatorCosta, Jackson Mauricio Lopes-
Autor(es): dc.creatorCuba, César Augusto Cuba-
Autor(es): dc.creatorMarsden, Philip Davis-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:16:21Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:16:21Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-05-17-
Data de envio: dc.date.issued2016-05-17-
Data de envio: dc.date.issued1986-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/20275-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651986000400008-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/627607-
Descrição: dc.descriptionOs autores analisam material de biópsias de 378 casos de Leishmaniose Tegumentar, causada por Leishmania braziliensis braziliensis, da localidade endêmica de Três Braços (Estado da Bahia). O parásitos, embora escassos, foram encontrados em 63,7% dos casos da forma cutânea e em 37,5% dos casos da forma mucosa. As alterações dérmicas ou do córion da mucosa permitiram identificar cinco padrões histopatológicos: 1) Reação Exsudativa Celular, constituída por um infiltrado histiolinfoplasmocitário; 2) Reação Exsudativa e Necrótica, na qual ocorre uma necrose no seio do infiltrado inflamatório; 3) Reação Exsudativa e Necrótico-Granulomatosa, que corresponde ao quadro descrito como inflamação crônica granulomatosa com necrose; 4) Reação Exsudativa e Granulomatosa, onde se observa uma reação granulomatosa desorganizada, sem que esteja presente necrose tecidual; 5) Reação Exsudativa e Tuberculóide, caracterizada pelo granuloma tuberculóide. O estudo evolutivo realizado em 49 casos, mostrou que houve uma mudança de padrão histopatológico observada, em biópsias sucessivas, em 63,2% dos casos da forma cutânea e em 45,4% dos casos da forma mucosa. Através desse estudo, é possível afirmar-se que o padrão de Reação Exsudativa Celular constitui o quadro inicial e final da lesão, com os demais padrões aparecendo interposto durante a evolução da doença.-
Descrição: dc.descriptionThe Authors describe the histopathological findings observed in biopsies from 378 cases of Mucocutaneous Leishmaniasis, caused by Leishmania braziliensis braziliensis. All the patients lived in the locality of Três Braços, State of Bahia, an endemic area of Leishmaniasis in Brazil. Parasites were found in 63.7% of patients with cutaneous form and in 35.7% of cases with mucous lesions, although always in reduced number. Histopathologic findings allowed the caracterization of five different patterns: 1. Exsudative-cellular reaction, due to infiltraction of histiocytes, lymphocytes and plasm cells; 2. Exsudative-necrotic reaction, characterized by the association of necrosis with cellular infiltration; 3. Exsudative and necrotic-granulomatous reaction, corresponding to pattern described as chronic-granulomatous inflammation with necrosis; 4. Exsudativegranulomatous reaction, characterized a disorganized granulomatous reaction, without tissue necrosis; 5. Exsudative-tuberculoid reaction in which a typical tuberculoid granuloma is formed. The follow-up study in 49 patients showed, in sucessive biopsies, changes in the histopathologic patterns in 63.2% of cutaneous forms and in 45.4% of the mucous forms. It was concluded that the exsudative-cellular reaction represents both the inicial and final pattern of Mucocutaneous Leishmaniasis lesion. The other four histopathologic patterns characterize intermediate forms found during the evolution of the disease.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Publicador: dc.publisherInstituto de Medicina Tropical-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsRevista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0036-46651986000400008&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 17 maio 2016.-
Palavras-chave: dc.subjectLeishmania-
Palavras-chave: dc.subjectLeishmaniose cutânea-
Título: dc.titleHistopatologia da leishmaniose tegumentar por Leishmania braziliensis braziliensis 1. padrões histopatológicos e estudo evolutivo das lesões-
Título: dc.titleHistopathology of mucocutaneous leishmaniasis caused by Leishmania braziliensis braziliensis. 1. Histological patterns and evolutive study of the lesions-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.