Avaliação de fatores de risco psicossociais no trabalho : adaptação para o contexto brasileiro do Working Conditions and Control Questionnarie

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorMoura, Cristiane Faiad de-
Autor(es): dc.creatorRodrigues, Carlos Manoel Lopes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:14:42Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:14:42Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-07-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-07-
Data de envio: dc.date.issued2018-06-07-
Data de envio: dc.date.issued2018-02-19-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/32077-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/626946-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2018.-
Descrição: dc.descriptionA avaliação de fatores de risco psicossociais no trabalho representa um dos desafios contemporâneos na gestão de riscos ocupacionais e na saúde do trabalhador, tanto do ponto de vista teórico, quanto prático. A partir desta constatação o objetivo geral desta dissertação é apresentar o processo de adaptação e evidências de validade iniciais do Working Conditions and Control Questionnaire – WOCCQ. Para consecução deste objetivo foram realizados três estudos. O primeiro estudo teve por objetivo apresentar e distinguir os conceitos de fatores de risco e de riscos psicossociais no trabalho, e analisar as implicações decorrentes desta conceituação para ações baseadas nestes construtos. Este estudo indica para a necessidade de definição mais acurada dos termos, e o foco na avaliação dos fatores de risco em uma perspectiva preventiva. No segundo estudo foi realizado um estudo bibliométrico da produção nacional sobre riscos psicossociais no trabalho. Os resultados apontam para uma produção modesta, centralizada e com foco em estudos descritivos, ao que se sugere a intensificação dos estudos, maior intercâmbio entre pesquisadores e o estabelecimento de uma agenda de pesquisa e continuidade dos estudos. O terceiro estudo objetivou apresentar o processo de adaptação do WOCCQ, bem como as características psicométricas do instrumento. Participaram deste estudo 363 trabalhadores do setor público e privado. Os resultados indicaram uma estrutura fatorial diferente da proposição original do instrumento, mas com índices de ajuste e de consistência interna aceitáveis. Foram identificadas correlações parciais entre a versão adaptada e medidas correlatas, fornecendo-se, assim, um instrumento de pesquisa com possibilidade de utilização em nosso contexto.-
Descrição: dc.descriptionThe evaluation of psychosocial risk factors at work represents one of the contemporary challenges in the management of occupational risks and worker health, both from a theoretical and practical point of view. From this finding the general objective of this dissertation is to present the adaptation process and initial validity evidences of the Working Conditions and Control Questionnaire (WOCCQ). Three studies were carried out to achieve this objective. The first study aimed to present and distinguish the concepts of risk factors and psychosocial risks at work, and to analyze the implications of this concept for actions based on these constructs. This study indicates the need for a more accurate definition of terms, and a focus on the evaluation of risk factors in a preventive perspective. In the second study a bibliometric study of the national production on psychosocial risks at work was carried out. The results point to a modest production, centralized and focused on descriptive studies, suggesting the intensification of studies, greater interchange between researchers and the establishment of a research agenda and continuity of studies. The third study aimed to present the adaptation process of the WOCCQ, as well as the psychometric characteristics of the instrument. Thirty-six workers from the public and private sector participated in this study. The results indicated a different factorial structure from the original proposition of the instrument, but with acceptable adjustment and internal consistency indices. Partial correlations were identified between the adapted version and related measures, thus providing a research tool that could be used in our context.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectTrabalho - aspectos sociais-
Palavras-chave: dc.subjectRisco psicossocial-
Palavras-chave: dc.subjectAvaliação psicológica-
Título: dc.titleAvaliação de fatores de risco psicossociais no trabalho : adaptação para o contexto brasileiro do Working Conditions and Control Questionnarie-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.