Caleidoscopicamente mulher : dilemas e desafios contemporâneos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCoelho, Vera Lúcia Decnop-
Autor(es): dc.creatorGuimarães, Francisca Celina Moraes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:14:38Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:14:38Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-06-03-
Data de envio: dc.date.issued2011-06-03-
Data de envio: dc.date.issued2011-06-03-
Data de envio: dc.date.issued2010-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/8186-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/626919-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2010.-
Descrição: dc.descriptionProfundas alterações estão em curso no processo de constituição das identidades femininas, que têm assumido contornos inéditos na contemporaneidade. Antigos e novos referenciais identitários apresentam-se como possibilidades reais e a multiplicidade de papéis torna-se realidade no cotidiano das mulheres. Este estudo buscou investigar como mulheres, com idade entre 30 e 45 anos, estão vivenciando o “ser mulher” na atualidade. Em entrevistas realizadas com seis mulheres, temas como maternidade, trabalho, relacionamentos afetivos, conjugalidade, corpo e envelhecimento emergiram, trazendo à tona a forma como têm sido vividos na atualidade. Foram constatadas tanto percepções e vivências de conquistas e realizações como de dificuldades, conflitos, inseguranças e sofrimento. Maternidade e trabalho revelaram-se dois grandes eixos norteadores das identidades femininas e a conciliação entre essas duas dimensões mostrou-se problemática. Procurou-se, então, apreender a forma e a força com que tais referenciais inscrevem-se na vida das mulheres. A análise das entrevistas apontou para a diversidade de papéis desempenhados, a simultaneidade em seu exercício, bem como a exigência de padrão de excelência no desempenho em todas as áreas de atuação. Assim, embora sob o signo da pluralidade, o padrão de funcionamento assemelhado ao de super-mulher configurou-se como prática corrente no cenário atual, assumindo status de grande desafio. Constatou-se que não parece existir um questionamento, pelas próprias mulheres, quanto à multiplicidade de atribuições a seu cargo. Ao contrário, a despeito das dificuldades, parece haver uma busca por encontrar a melhor forma de se multiplicar e dar conta de tudo. Tal qual um caleidoscópio que incessantemente confirma sua potencialidade criativa, as mulheres parecem absorvidas em sua surpreendente capacidade de criar e recriar incontáveis formas de ser mulher. Essa situação, no entanto, revelou-se de risco para a saúde das mulheres, que apresentam numerosas queixas que denunciam os abusos cometidos. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionDeep changes are occurring in the constitution of feminine identities, which have taken new shapes in contemporaneity. Old and new identity references present themselves as real possibilities, and the diversity of roles becomes a reality in women’s routine. This study aimed to investigate how women, with ages from 30 to 45 years old, are experiencing the “being woman” nowadays. During interviews with six women, subjects as motherhood, work, relationships, marriage, body issues, and aging emerged, bringing up how these issues have been addressed currently. Perceptions and experiences of achievements were observed, as well as difficulties, insecurities, conflicts, and pain. Motherhood and work were described as the most substantial factors in their lives. Finding balance between them, on the other hand, was seen as a difficult task. The interviews pointed out the diversity of roles women have to play simultaneously, as well as the high level of self-expected competence in their lives. The participants seem to act as “super-women”, willing to perform multiple tasks with excellence. The interviewed women do not seem to question this reality. Surprisingly, even though these women have to face difficult times and hardships, they truly seem to seek a way to multiply themselves in order to handle everything they assume. Like a Kaleidoscope, our participants show a fascinating capacity of creating and recreating different ways of being a woman. Such situation, however, is risky for their physical and mental health, since they complain of irritability, of being tired, overwhelmed, depressed, and so far. Key words: gender, woman’s dilemmas, motherhood, work.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres - psicologia-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres - comportamento-
Título: dc.titleCaleidoscopicamente mulher : dilemas e desafios contemporâneos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.