Aportes ao conhecimento da flora e diversidade do bioma cerrado do Brasil e da Bolívia

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorProença, Carolyn Elinore Barnes-
Autor(es): dc.creatorVillarroel Segarra, Daniel-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:11:28Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:11:28Z-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-06-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-06-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-06-
Data de envio: dc.date.issued2011-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/12035-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/625637-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2011.-
Descrição: dc.descriptionO presente trabalho estudou e identificou os padrões de esforços de coleta, riqueza e endemismo florístico atuais do bioma Cerrado boliviano e brasileiro. Para este fim, foi elaborado um banco de dados baseados em 15 táxons de angiospermas utilizados como representantes da flora do bioma Cerrado. O banco de dados foi composto de 18.920 registros, pertencentes a 12 famílias, 61 gêneros e 1.211 espécies. Os resultados indicaram a existência de uma alta correlação entre o número de coleta e número de espécies, indicando que ao menos 90 % do Cerrado têm uma baixa intensidade de amostragem, sendo as áreas com maior riqueza de espécies as que possuem a maior intensidade de amostragem. Baseados na intensidade de amostragem foram identificados três principais centros de riqueza e endemismo florístico que estão localizados no Brasil, Distrito Federal (+ entorno), Chapada dos Veadeiros (Goiás), e a região Sul da Cadeia do Espinhaço (Minas Gerais). Estes três centros de riqueza de espécies e endemismo apresentam na atualidade uma alta pressão antrópica. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis study examined and identified patterns of collection efforts, floristic richness and endemism of the current Bolivian and Brazilian Cerrado. To this end, we constructed a database based on 15 taxa’s of flowering plants used as representatives of the flora of the Cerrado biome. The database is about 18.920 records, of 12 families, 61 genera and 1.211 species. The results indicated that there is a high correlation between the number of collection and number of species, indicating at least 90 % of the Cerrado has a low sampling rate, and the areas richest in species that have the highest sampling rate. Based on the sampling intensity we identified three main centers of floristic richness and endemism, that are located in Brazil, Distrito Federal (+ surroundings), Chapada dos Veadeiros (Goiás), and the region south of the Cadeia Espinhaço (Minas Gerais). On the other hand, these three centers of species richness and endemism have today a high human pressure.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectBotânica - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectBotânica - Bolívia-
Palavras-chave: dc.subjectCerrados - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectCerrados - Bolívia-
Título: dc.titleAportes ao conhecimento da flora e diversidade do bioma cerrado do Brasil e da Bolívia-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.