Hipomineralização molar incisivo : correlação com fluorose e cárie dentária, impacto do não tratamento e influência na qualidade de vida

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorNakagawa, Eliana Mitsue Takeshita-
Autor(es): dc.creatorCarvalho, Vanessa Reinaldo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:04:27Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:04:27Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-01-27-
Data de envio: dc.date.issued2020-01-27-
Data de envio: dc.date.issued2020-01-27-
Data de envio: dc.date.issued2019-05-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/36741-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/622913-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Odontologia, Programa de Pós-Graduação em em Odontologia, 2019.-
Descrição: dc.descriptionEste estudo teve o objetivo de avaliar a prevalência e gravidade da hipomineralização molar incisivo (HMI), sua associação com a fluorose (FD) e cárie dentária (CD) e sua relação com a qualidade de vida. Para isso, foram avaliadas clinicamente 411 crianças (11-14 anos) em duas escolas públicas do Paranoá-DF. Os exames clínicos foram realizados por duas examinadoras treinadas e calibradas, para o diagnóstico de HMI, FD e CD, utilizando-se os índices: MIH-SSS (MIH Severity Scoring System); Thylstrup e Fejerskov e CAST (Caries Assessment Spectrum and Treatment), respectivamente. Os dados foram analisados por estatística descritiva, para as associações entre as variáveis foi utilizado o teste qui-quadrado e para qualidade de vida, teste Mann-Whitney com nível de significância de 5%. Observou-se uma prevalência de 18% de crianças com HMI, totalizando 74 crianças e 235 dentes afetados. Quando a HMI foi categorizada em leve, moderada e severa, obteve-se a porcentagem de 50, 9,45 e 40,55; respectivamente. Das crianças com HMI, 37,8% delas apresentaram lesões de cárie em dentina e 40,8% FD. Entretanto, não houve associação entre a presença de HMI com CD ou com FD. Observou-se também que não há impacto negativo da qualidade de vida em crianças com HMI. Conclui-se que a prevalência de HMI é comparável às médias mundiais, sendo os graus de acometimento leve e severo os mais expressivos. Adicionalmente, a HMI não foi associada à FD ou à CD, e tão pouco impactou negativamente na qualidade de vida das crianças portadoras do problema.-
Descrição: dc.descriptionThis study aimed to evaluate the prevalence and severity of molar incisor hypomineralization (MIH), its association with fluorosis (FD) and dental caries (CD) and its relationship with quality of life. For this, 411 children (11-14 years old) were clinically evaluated in two public schools in Paranoá-DF. The clinical exams were performed by two trained and calibrated examiners for the diagnosis of MHI, FD and CD, using the MIH-SSS (MIH Severity Scoring System); Thylstrup and Fejerskov and CAST (Caries Assessment Spectrum and Treatment), respectively. The data were analyzed by descriptive statistics; for the associations between the variables the chi-square test was used and for quality of life, Mann-Whitney test with significance level of 5%. It was observed a prevalence of 18% of children with HMI, totalizing 74 children and 235 affected teeth. When the HMI was categorized as mild, moderate and severe, the percentage was 50, 9.45 and 40.55; respectively. Of the children with MIH, 37.8% presented dentin caries lesions and 40.8% FD. However, there was no association between the presence of HMI with CD or with FD. It was also observed that there is no negative impact on the quality of life in children with HMI. It is concluded that the prevalence of HMI is comparable to the world averages, with degrees of mild and severe impairment being the most expressive. In addition, HMI was not associated with FD or CD, and had a poor negative impact on the quality of life of children diagnosed with this condition.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectHipomineralização incisivo-molar (MIH)-
Palavras-chave: dc.subjectFluorose dentária-
Palavras-chave: dc.subjectCrianças - saúde e higiene-
Palavras-chave: dc.subjectCáries dentárias em crianças-
Título: dc.titleHipomineralização molar incisivo : correlação com fluorose e cárie dentária, impacto do não tratamento e influência na qualidade de vida-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.