Análise da competitividade e estrutura de mercado internacional do café : no período de 2001 a 2019

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorThomé, Karim Marini-
Autor(es): dc.contributorJunqueira, Ana Maria Resende-
Autor(es): dc.creatorGois, Tafarel Carvalho de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:04:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:04:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-06-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-06-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-06-
Data de envio: dc.date.issued2020-12-03-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/40434-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/622806-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, 2020.-
Descrição: dc.descriptionO mercado internacional do café sofreu significativas mudanças nas últimas décadas, sobretudo no que diz respeito à qualidade do produto. As alterações no perfil da demanda pelo produto fomentaram pesquisas e possibilitaram a criação de inovações, essas inovações, por sua vez, fomentaram uma série de transformações na cadeia produtiva do café, alterando a forma que o produto passou a ser visto e consumido ao redor do mundo. Considerando esses elementos e sabendo da significativa importância do comércio internacional do café, principalemente para os países produtores, o objetivo deste trabalho é analisar a competitividade e a estrutura do comércio internacional do café. Com a finalidade de alcançar o objetivo proposto utilizar-se-á os indicadores de Vantagem Comparativa Revelada (VCR), Vantagem Comparativa Revelada Simétrica (VCRS), Vantagem Comparativa Normalizada (VCRN), Regressão do indicador de Vantagem Comparativa Revelada Simétrica, Análise de Sobrevivência do VCRS por meio da técnica de Kaplan-Meier, Participação Relativa de Mercado (PRM), Indice de Hirschman-Herfindahl (IHH) para importação e exportação, além do Índice de Exportação Líquida (NEI). Por meio da analise dos indicadores foi possível verificar a manutenção da competividade dos países produtores de café, foi possível ainda verificar que os países em desenvolvimento possuem maiores possibilidades de continuarem competitivos no comércio internacional de café. Além disso, os achados da pesquisa apontam que o comércio internacional de café não é concentrado nos fluxos de importação e nem de exportação. Dessa forma, conclui-se que embora os tradicionais países produtores (Brasil, Colômbia, Vietnã, etc) permaneçam competitivos no comércio internacioanal de café, esses países vem perdendo protagonismo, principalmente por negligenciar a existência de novas demandas do mercado consumidor, que cada vez mais se dispõe a pagar mais caro por cafés com maior valor agregado. Por fim, destaca-se o aumento na participação no comércio internacional de café por países desenvolvidos, sobretudo a Suiça. Esses países embora não cultivem plantações de café são responsáveis por absorverem significativas parcelas das margens de lucro do comércio internacional do produto, em razão dos elaborados processos de agregação de valor realizados em seus territórios.-
Descrição: dc.descriptionThe world coffee market suffered substantial changes in the last few decades, especially when talking about product quality. The changes in the demand profile for the product enhanced research and enabled innovative advents. Those advents themselves promoted a range of changes in the coffee production chain, modifying how the product has been noticed and consumed around the world. Considering these elements and being aware of the significant importance of the international trade of coffee, especially for the producing countries, the purpose of this essay is to analyze the coffee competitiveness and international trade structure. Aiming to achieve the proposed intent, will be used guides as revealed comparative advantage (RCA), Revealed Symmetric Comparative Advantage (RSCA), Normalised Comparative Advantage (NRCA), regression terms of Revealed Symmetric Comparative Advantage, Kaplan-Meier survival function, Relative Market Share (RMS), Hirschman-Herfindahl index for import and export, besides the Net Export Index (NEI). In consequence of the rates analysis was possible to monitor the competitiveness maintainability of the coffee-producing countries, it was also viable to ensure that developing countries hold larger prospects for keeping competitiveness in the international trade. Furthermore, the research results indicate that the global coffee trade is not concentrated in importation or exportation flows. Therefore it’s concluded that besides the usual producing countries (Brazil, Colombia, Vietnam, etc) remain competitive in the global coffee trade, these countries have been losing prominence, mainly by disregarding the existence of new demands of the consumer market, which demonstrates increasingly willingness to buy high-priced coffee with more added value. At last, it's necessary to emphasize the increment of the global market share by developed countries, above all, Switzerland. Although these countries don't grow coffee plantings, they're responsible for absorbing significant portions of the profit margin of the global product market, due to elaborated adding-value processes implemented in their estates.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectCompetitividade-
Palavras-chave: dc.subjectComércio Internacional-
Palavras-chave: dc.subjectEstrutura de mercado-
Palavras-chave: dc.subjectCafé - comércio-
Título: dc.titleAnálise da competitividade e estrutura de mercado internacional do café : no período de 2001 a 2019-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.