A captação do próprio tempo no conceito : a bioética dialógica em Henrique Cláudio de Lima Vaz

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCornelli, Gabriele-
Autor(es): dc.creatorSantos, Sávio Gonçalves dos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:03:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:03:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2019-11-19-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38147-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/622638-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Bioética, 2019.-
Descrição: dc.descriptionA ascensão de bases epistemológicas bioéticas em países periféricos, motivada pela conjuntura de revisão crítica da Bioética promovida nos anos 90, bem como a ampliação dessas disposições até o tempo presente, possibilitou o eclodir de inúmeras reflexões e propostas de ação. Movida por profissionais das mais variadas áreas, a Bioética latino-americana atingiu seu ápice na conquista de um modelo plural,disposto na Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos (DUBDH) da Unesco, de 2005. Tomando como base esse contexto, o presente trabalho apresenta a contribuição de um pensador brasileiro, Henrique Cláudio de Lima Vaz, filósofo mineiro, para a construção de uma tradição epistemológica dessa mesma Bioética. A partir da realização de uma fenomenologia da modernidade, em que se evidenciam as influências recebidas das bases conceituais do século XIII, a presente tese aponta os principais questionamentos que resultam desse contexto. O abandono da razão filosófica, presente no ideário grego do século VI a.C., e o eclodir da razão cartesiana prefigurarão como fatores que incidem sobre a mudança metafísica contemporânea. Como consequência, o ser humano perde a capacidade de compreensão do tempo presente, sendo lançado num irromper permanente do novo. Tal feito impede a definição de valores fundamentais – ética – para a garantia da sobrevida e implica a centralização do sujeito como um fim em si mesmo. O resultado é a geração de um niilismo ético que promove o vazio existencial. A proposição da Bioética Dialógica em Lima Vaz, que figura como objetivo da presente tese, é retomar a condição metafísica da Filosofia como condição para a determinação ontológica do ser humano. Assim, torna-se possível estabelecer um caminho ético que parte da razão filosófica, da compreensão do tempo presente e da determinação da vida – pela dignidade – como valor absoluto. A Dignidade Humana, alçada pela garantia das dimensões biológica, histórica, sócio-política e ético-jurídica a cada pessoa, transforma a vida e o ser, auxiliando na garantia da igualdade, respeito, liberdade, justiça, autonomia e emancipação.-
Descrição: dc.descriptionThe rise of bioethical epistemological bases in peripheral countries motivated by the conjuncture of critical revision of Bioethics promoted in the 90s, as well as the expansion of these dispositions to the present time, allowed the emergence of innumerable reflections and proposals for action. Managed by professionals from a wide range of fields, Latin American Bioethics has reached its apex in achieving a plural model, as outlined in the UNESCO Universal Declaration on Bioethics and Human Rights (DUBDH) of 2005. Based on this context, this work presents the contribution of a Brazilian thinker, Henrique Cláudio de Lima Vaz, a philosopher from Minas Gerais brazilian State, to the construction of an epistemological tradition of these same Bioethics. From the realization of a phenomenology of the Modernity, in which the influences received from the conceptual bases of the 13th century are evidenced, the present work addresses the main questions that result from this context. The withdraw of the philosophical reason, present in the Greek ideals from the 6th century BC, as well as the outbreak of the Cartesian reason, will prefigure as factors that influence a changing in the contemporary metaphysical. As a result, human being loses the capacity of comprehension of the present time, being thrown into a permanent breakthrough of the new. Such thing precludes the definition of fundamental values - ethics - for guaranteeing survival and implies the centralization of the subject as an end in itself. The result is a generation of an ethical nihilism that promotes existential void. The proposition of Dialogical Bioethics in Lima Vaz, which is the focus of the present thesis, is retaking the metaphysical condition of philosophy as a condition for the ontological determination of the human being. Thus, it becomes possible to establish an ethical path that starts from philosophical reason, the understanding of the present time and the determination of life - for dignity - as absolute value. Human Dignity, based on the guarantee of biological, historical, socio-political and ethical-legal dimensions to each person, transforms life and being, helping in guaranteeing equality, respect, freedom, justice, autonomy and emancipation.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectBioética-
Palavras-chave: dc.subjectVaz, Henrique Cláudio de Lima-
Título: dc.titleA captação do próprio tempo no conceito : a bioética dialógica em Henrique Cláudio de Lima Vaz-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.