Financiamento privado do agronegócio brasileiro : análise dos investimentos dos fundos de pensão das estatais no setor no período 2004 a 2012

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorLourenço, Luiz Carlos de Brito-
Autor(es): dc.creatorSilva, Valcilon Gomes da-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:03:33Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:03:33Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-30-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/16575-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/622581-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária , Programa de Pós-graduação Agronegócios, 2014.-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho avaliou os investimentos dos fundos de pensão no agronegócio sob a ótica dos fundos de pensão vinculados a empresas estatais federais, no período de 2004 a 2012. Foram consideradas as discussões da Nova Sociologia Econômica (NSE), Teoria da Agência, Teoria do Porftólio, dentre outras. Por meio de análise documental e entrevistas, foram pesquisados oito fundos de pensão (Previ, Petros, Funcef, Centrus, Postalis, Ceres, Fusesc e Cibrius), cujos ativos representavam 48% do total referente aos 324 fundos de pensão brasileiros em 2012. Nas entrevistas semiestruturadas foram buscadas as opiniões de responsáveis pelas decisões de investimento nesses fundos, com relação ao agronegócio, planejamento, gestão de risco, investimentos e governança de participações acionárias. Apurou-se que o setor agronegócio, na maioria dos casos, não tem um foco de análise nos fundos pesquisados, que pautam suas decisões de investimentos por estudos de ALM e análises de Markowitz. Os investimentos desses fundos em títulos mobiliários do agronegócio (CPR, CDA, WA, CDCA, LCA, CRA, NCA), assim como FIDCs com lastro em recebíveis do agronegócio, se apresentaram inexpressivos. Entretanto, foi comprovada a relevância da participação dos três maiores fundos de pensão (Previ, Petros e Funcef), em empresas do agronegócio de capital aberto e nos investimentos em Private Equity, segmento que tem crescimento mais recentemente no Brasil. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis research evaluates the investments of pension funds in agribusiness from theperspective of pension funds tied to federal state enterprises in the period 2004-2012. Discussions of the New Economic Sociology (NSE), Agency Theory, PortlofioTheory were considered, among others.Through interviews and documentaryanalysis, eight pension funds (Previ, Petros, Funcef, Centrus, Postalis, Ceres,Fusesc and Cibrius), whose assets represented 48 % of the total for the 324 Brazilianpension funds in 2012 were surveyed . In Semi-structured interviews were sought theopinions of decision makers investing in such funds, in relation to agribusiness,engineering, risk management, investments and governance of shareholdings. It wasfound that the agribusiness sector, in most cases, does not have a focus of analysisin the funds surveyed, which base their investment decisions by ALM studies andMarkowitz analysis. The investment of these funds in securities of agribusiness(CPR, CDA, WA, CDCA, LCA, CRA, NCA) and FIDCs backed by receivablesagribusiness, presented expressionless. However, it was demonstrated how theinvolvement of the three largest pension funds (Previ, Petros and Funcef) inagribusiness companies publicly traded and investments in Private Equity segmentthat has growth more recently in Brazil.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectAgroindústria-
Palavras-chave: dc.subjectInvestimentos - análise-
Palavras-chave: dc.subjectPrevidência social privada-
Palavras-chave: dc.subjectFundos de pensão-
Título: dc.titleFinanciamento privado do agronegócio brasileiro : análise dos investimentos dos fundos de pensão das estatais no setor no período 2004 a 2012-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.