Conteúdos promotores de saúde em campanha de aids : o que diz o facebook dos ministérios da saúde do Brasil e do Peru?

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorMendonça, Ana Valéria Machado-
Autor(es): dc.creatorCadaxa, Aedê Gomes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:02:14Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:02:14Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2014-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2014-07-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/16493-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/622073-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2014.-
Descrição: dc.descriptionO presente trabalho apresenta os resultados da pesquisa que analisou os conteúdos promotores de saúde divulgados em mídias sociais pelos Ministérios da Saúde de países sul-americanos. Trata-se de um estudo de caso do uso do Facebook pelos Ministérios da Saúde do Brasil e do Peru, que analisou 105 publicações referentes à campanha do Dia Mundial de Luta contra AIDS realizada entre novembro de 2013 e fevereiro de 2014. Para alcançar o objetivo geral do estudo buscou-se compreender os conceitos relacionados à comunicação promotora de saúde a partir da revisão de autores revelando a predominância de duas concepções distintas sobre promoção da saúde - uma orientada para o estilo de vida e outra baseada em fatores determinantes de saúde. Concepções que também direcionam as ações de comunicação para promoção da saúde. Identificados os conceitos, seguimos para as análises das práticas e mensagens produzidas na mídia social. Apesar da heterogeneidade das práticas de comunicação, identificou-se uma maior utilização da mídia social como meio de comunicação para difusão da campanha de AIDS, do que para incentivar o processo de participação dos usuários. Enquanto nas práticas prevaleceu a visão hegemônica de promoção da saúde, baseada na difusão de informação prescritiva e da comunicação instrumental e em mensagens de comunicação do risco individual e adoção de práticas preventivas, em 19% das publicações brasileiras e 16% das publicações peruanas foram identificados conteúdos promotores de saúde. Estas publicações conjugaram informações sobre a prevenção e tratamento de AIDS a partir dos dois enfoques de promoção da saúde, o individual, que incentivava a decisão pessoal de realizar o teste de HIV, e o estrutural, relacionado aos contextos institucionais que influenciam na decisão de realizar o teste, como investimentos e acesso ao tratamento de AIDS ou a realização de eventos de mobilização para testagem de HIV. Informações consideradas com potencial de ampliar a percepção e compreensão sobre os fatores que influenciam na vulnerabilidade do indivíduo à AIDS e, consequentemente, na decisão de fazer o teste, objetivo das duas campanhas analisadas. __________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis paper presents the results of research that examined the promoters health content published on social media by the Ministries of Health of South American countries. This is a case study of the use of Facebook by the Ministries of Health of Brazil and Peru, which analyzed 105 papers referring to the World Day of Fight against AIDS campaign conducted between November 2013 and February 2014. To achieve the goal Overall the study sought to understand the concepts related to health promotion communication from the literature review revealed the predominance of two distinct views on health promotion - one oriented lifestyle and the other based on determinants of health. Conceptions also direct communication actions for health promotion. Identified the concepts, we proceeded to the analysis of practices and messages produced in social media. Despite the heterogeneity of communication practices, identified an increased use of social media as a means of communication to spread the AIDS campaign, than to encourage the process of user participation. While practices prevailed hegemonic vision of health promotion, diffusion-based prescriptive information and instrumental communication, although the majority of communication messages of individual risk and adoption of preventive practices, 19% of Brazilian publications and 16% of Peruvian publications were identified health-promoting content. These publications have combined information about the prevention and treatment of AIDS from the two approaches to health promotion, the individual, which encouraged a personal decision to make HIV testing, and structural, related to institutional contexts that influence the decision to perform the test, as investments and access to treatment for AIDS or conducting mobilization events for HIV testing. Information considered with potential to increase the perception and understanding of the factors that influence the individual's vulnerability to AIDS and, consequently, the decision to take the test, the goal of both campaigns analyzed.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectComunicação na saúde pública-
Palavras-chave: dc.subjectMídia social-
Palavras-chave: dc.subjectPromoção da saúde-
Palavras-chave: dc.subjectAIDS (Doença)-
Título: dc.titleConteúdos promotores de saúde em campanha de aids : o que diz o facebook dos ministérios da saúde do Brasil e do Peru?-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.