Análise das potencialidades do uso de imagens orbitas de alta resolução espacial visando atender as especificações da norma técnica de georreferenciamento de imóveis rurais

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBias, Edilson de Souza-
Autor(es): dc.creatorBarbosa, Willem Wily de Paula-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:01:09Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:01:09Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-06-05-
Data de envio: dc.date.issued2019-06-05-
Data de envio: dc.date.issued2019-06-05-
Data de envio: dc.date.issued2018-08-29-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34737-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/621657-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2018.-
Descrição: dc.descriptionCom o surgimento da Norma Técnica de Georreferenciamento de Imóveis Rurais (NTGIR), o processo de certificação no Brasil era realizado de forma lenta e ineficaz, o que gerava elevados custos financeiros, pois demandava muitos técnicos e o processo de análise junto ao INCRA era moroso e burocrático. Ao observar os diversos entraves enfrentados até então, foi criado o Sistema de Gestão Fundiária (SIGEF), sendo esse o responsável por todos os processos de certificação de imóveis rurais no Brasil atualmente. Para atender esse novo padrão, foi editada em 2013, a 3a versão da NTGIR, que permite a utilização de novos métodos de posicionamento e prevê o uso do sensoriamento remoto para determinação de limites naturais como montanhas, encostas e rios, tornando a implantação de marcos físicos dispensáveis nestes casos. Nesta perspectiva, a resolução espacial de alguns sensores orbitais (Ikonos QuickBird, GeoEye, WorldView), se tornam mais eficientes a cada dia e alcançam resolução espacial submétrica (cerca de 30 cm) o que permite seu aproveitamento no georreferenciamento de imóveis rurais. Desta forma, se pretende analisar e apresentar uma metodologia para utilização de imagens de satélite de alta resolução espacial, com vistas a determinação de vértices do tipo Marco (M), Ponto (P) ou Virtual (V) atendendo as especificações da NTGIR. Especificamente objetiva-se analisar o comportamento da ortorretificação em diferentes condições topográficas (áreas hidrols a suave onduladas e declivosas); Apresentar um Modelo Digital de Elevação (MDE) compatível com as imagens de alta resolução em função da amplitude topográfica da região; Indicar as situações e tipos de vértices que podem ser localizados por meio de imagens orbitais de alta resolução de maneira a reduzir as atividades de campo; Mostrar as potencialidades das imagens de alta resolução espacial como suporte ao processo de planejamento e análise das dinâmicas rurais; Expor o panorama brasileiro, no que tange área do território passível da aplicação da metodologia. A revisão bibliográfica apresentou a situação histórica referente ao avanço das imagens orbitais de alta resolução espacial integradas ao posicionamento por satélite, e suas contribuições relativas a 3ª edição da NTGIR. Para o processo de ortorretificação utilizou-se uma imagem orbital WorldWiew 2, numa área rural de cerca 606 ha, localizada na região administrativa de Brazlândia/DF, 60 Pontos de Controle Terrestres (PCT) coletados por meio de receptores GNSS Topcon Hiper Lite + (L1/L2), Modelo Digital de Elevação (MDE), com dados originados tanto das curvas de nível da Terracap (1:10.000), quanto dados SRTM. O processo de ortorretificação foi efetuado em 2 (duas) regiões com situações topográficas distintas. Uma em toda a área de estudo e outra na área suave ondulada. O PEC da área total foi compatível com a escala 1:10.000, classe A. E na suave ondulada foi classe A para a escala 1:5.000, o que comprova a influência do relevo no processo de ortorretificação. Ambos os resultados foram melhores que os exigidos pelo INCRA (1:25.000). O Brasil possui cerca de 145.000.000 ha de áreas suave onduladas não certificadas pelo INCRA, que são passíveis da aplicação da metodologia. Destaca-se ainda que a relação entre as áreas em ha, obtidas pelos PCT e seus homólogos na imagem, nas diferentes situações topográficas propostas, não ultrapassou 2%.-
Descrição: dc.descriptionWith the arrival of the Technical Regulation of Georeferencing of Rural Properties (NTGIR), this process in Brazil was carried out slowly and inefficiently, which caused high financial costs, once it demanded many technical staff and the analysis process within INCRA was slow and extended along many years. Noting the various constraints encountered so far, INCRA has determined the creation of its Land Tenure System (SIGEF), which is responsible for all the certification processes of rural properties in Brazil. To meet this new standard, INCRA launched the 3rd edition of NTGIR, in 2013, which allows the use of new positioning methods and stipulates for the use of remote sensing to determine natural boundaries such as mountains, slopes and rivers, making the implementation of landmarks dispensable in these cases. In this perspective, the spatial resolution of some orbital sensors (Ikonos QuickBird, GeoEye, WorldView), become more efficient every day and reach sub-spatial resolution, reaching about 30 cm, which allows their use in the geo-referencing of rural properties. In this sense, the current work aims at analyzing and presenting a methodology for the use of satellite images of high spatial resolution, with a view to determining vertices (M, P, V) according to NTGIR specifications. Specifically, it aims to analyze the behavior of orthorectification in different topographic conditions (flat and sloppedareas); present a Digital Elevation Model (DEM) compatible with high resolution images to serve a region where there is no altimetric cartographic base; indicate the situations and types of vertices that can be located by means of high resolution orbital images in order to reduce the field activities; propose a set of procedures to develop the steps of the georeferencing process; demonstrate the potential of high spatial resolution images as a support to the process of planning and analysis of rural dynamics; expose the Brazilian panorama with respect to the area of the territory suitable for applicability. The bibliographic review presented the historical situation regarding the advance of the orbital images of high spatial resolution integrated to the satellite positioning, and its contributions to the 3rd edition of NTGIR. For the orthorectification process, a WorldWiew 2 orbital image was used in a rural area around 606 ha, located in the administrative region of Brazlândia / Federal District, Brazil, DF; 60 Ground Control Points (GCP) collected Topcon Hiper Lite + GNSS receivers (L1 / L2), Digital Elevation Model (DEM), with data originating from both the Terracap (1:10.000) level curves and SRTM data. The orthorectification process was carried out in 2 (two) regions with different topographical situations. One in the whole study area and another in the smooth wavy area. The PEC of the total area was compatible with the scale 1: 10,000, class A. And in the soft corrugated it was class A for the scale 1: 5000, which proves the influence of the relief in the orthorectification process. Both results were better than those required by INCRA (1: 25,000). Brazil has about 145,000,000 ha of smooth corrugated areas not certified by INCRA, which are subject to the application of the methodology. It is also worth noting that, the relation between the areas in hectares, obtained by the GCP and their counterparts in the image, in the different topographic situations proposed, did not exceed 2%.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectImóveis rurais-
Palavras-chave: dc.subjectGeorreferenciamento-
Palavras-chave: dc.subjectImagens de satélite-
Palavras-chave: dc.subjectSensores orbitais-
Palavras-chave: dc.subjectSatélites de posicionamento-
Título: dc.titleAnálise das potencialidades do uso de imagens orbitas de alta resolução espacial visando atender as especificações da norma técnica de georreferenciamento de imóveis rurais-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.