Biologia, epidemiologia e controle do míldio (Bremia lactucae) da alface (Lactuca sativa) em viveiro

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCafé Filho, Adalberto Corrêa-
Autor(es): dc.creatorMesquita, Paulo Goes-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:00:02Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:00:02Z-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-06-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-06-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-06-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/5572-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/621228-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, 2008.-
Descrição: dc.descriptionSintomas e sinais do míldio foram observados e coletados em plantas de alface (Lactuca sativa) no Distrito Federal. Foi observado o estágio assexual do patógeno (Bremia lactucae). Descrições detalhadas, com observações morfológicas e medidas morfométricas de microscopia óptica do estágio assexual foram realizadas. A patogenicidade do míldio proveniente do Núcleo Rural da Vargem Bonita e seu período de latência, em quatro diferentes estádios de desenvolvimento de cultivares comerciais de alface foram estudados por inoculação artificial em ensaios realizados na Estação Biológica da Universidade de Brasília. Quando observado o “ranking” de suscetibilidade das cultivares nos quatro diferentes estádios de desenvolvimento para o período de latência, observou-se diferentes níveis de resistência entre as cultivares. Além disso, observou-se que a resistência parece aumentar com o desenvolvimento fenológico do hospedeiro. O “ranking” relativo das cultivares não foi afetadopelo estádio de desenvolvimento. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionSymptoms and signs of downy mildew were observed and collected in lettuce plants (Lactuca sativa) in Distrito Federal, Brazil. Only the asexual stage of the pathogen (Bremia lactucae) was observed. Detailed descriptions, including fungal morphology and morphometrics were performed with light microscopy. The pathogenicity of downy mildew, collected in Núcleo Rural da Vargem Bonita, as well as it latent period in four phenological stages of lettuce commercial cultivars were studied by artificial inoculation in experiments conducted at Biological Station of University of Brasilia - UnB. Latent period was useful to separate cultivars by resistance level. In addition, results indicated that genetic resistance to downy mildew in lettuce seems to increase with plant development. The relative ranking of susceptibility among cultivars remained constant in all four phenological stages.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectAlface-
Palavras-chave: dc.subjectCultivo-
Palavras-chave: dc.subjectIrrigação-
Título: dc.titleBiologia, epidemiologia e controle do míldio (Bremia lactucae) da alface (Lactuca sativa) em viveiro-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.