Higiene, elegância e embelezamento : representações e discurso higienista na fundação de Belo Horizonte (1892-1907)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorKuyumjian, Marcia de Melo Martins-
Autor(es): dc.creatorCosta, Ana Carolina Silva da-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:59:48Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:59:48Z-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-13-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-13-
Data de envio: dc.date.issued2017-01-13-
Data de envio: dc.date.issued2011-08-11-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/22185-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/621130-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2011.-
Descrição: dc.descriptionA cidade de Belo Horizonte constitui-se em um espaço histórico e cultural planejado e fundado em finais do século XIX. A pesquisa interdisciplinar desenvolvida a partir da documentação produzida ao longo do planejamento e da construção da capital mineira, remete aos significados construídos sobre essa cidade nova e moderna. A questão da higiene como problema social e político emerge como objeto a ser estudado na conjuntura histórica da fundação da nova capital. Assim, este trabalho objetiva estudar os sentidos atribuídos, as representações construídas e as práticas desenvolvidas em torno da imagem da nova capital mineira e sua associação ao conceito da higiene, defendendo a hipótese de que o discurso higienista do século XIX, re-significado pelos engenheiros e urbanistas da Comissão Construtora da Nova Capital, influenciou a construção do espaço urbano e da sociedade de Belo Horizonte. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe city of Belo Horizonte is in a historical and cultural place planned and founded in the nineteenth century. The interdisciplinary research developed from the documentation produced throughout the planning and construction of new capital refers to the meanings built on this new, modern city. The question of hygiene as a social and political problem emerges as an object to be studied in the historical context of the founding of the new capital. This work aims to study the meanings attributed to the representations constructed and developed practices around the image of the new new capital and its relationship to the concept of hygiene, supporting the hypothesis that the hygienist discourse of the nineteenth century, re-signified by the engineers and planners of the New Capital Construction Commission, influenced the construction of an urban place and society in Belo Horizonte.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectBelo Horizonte (MG)-
Palavras-chave: dc.subjectSaúde e higiene-
Palavras-chave: dc.subjectRepresentações-
Palavras-chave: dc.subjectCivilização-
Título: dc.titleHigiene, elegância e embelezamento : representações e discurso higienista na fundação de Belo Horizonte (1892-1907)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.