A contribuição de Karl Mannheim para a pesquisa qualitativa : aspectos teóricos e metodológicos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorWeller, Wivian-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:58:59Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:58:59Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-04-12-
Data de envio: dc.date.issued2011-04-12-
Data de envio: dc.date.issued2005-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/7378-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://dx.doi.org/10.1590/S1517-45222005000100011-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/620808-
Descrição: dc.descriptionO presente trabalho retoma a contribuição de Karl Mannheim na construção de um método interpretativo de pesquisa. Discute as reflexões metodológicas e o desenvolvimento de um método de análise das visões de mundo, denominado método documentário de interpretação. A Etnometodologia foi a primeira corrente teórico-metodológica a reconhecer a importância do método documentário de interpretação de Karl Mannheim para a análise de dados qualitativos. Na Alemanha, o sociólogo Ralf Bohnsack retomou e atualizou o método documentário, tanto do ponto de vista do método como da metodologia, transformando-o numa ferramenta de análise de entrevistas individuais e grupais, imagens, fotografias e documentos. O método documentário como teoria e prática da interpretação sociológica pode ser visto como um instrumento que permite a inserção do(a) pesquisador(a) nos contextos sociais alheios, a compreensão e conceituação das visões de mundo ou orientações coletivas de um grupo, suas ações e formas de representação. Nesse sentido, o método documentário de interpretação transcende o nível da análise intuitiva ou dedutiva e instiga a construção de instrumentos analíticos capazes de mapear e dar forma às experiências cotidianas, que carecem de reflexão teórica. ___________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe present work resumes Karl Mannheim's contribution to the construction of an interpretive research method. It discusses methodological reflections and the development of a method of analysis of worldviews called documentary method of interpretation. Ethnomethodology was the first theoretical-methodological line of thought to recognize the importance of Karl Mannheim's documentary method of interpretation for the analysis of quantitative data. In Germany, sociologist Ralf Bohnsack resumed and updated the documentary method both from the point of view of method and methodology, turning it into a tool to analyze individual and group interviews, images, photographs, and documents. The documentary method as theory and practice of sociological interpretation can be seen as an instrument that allows to place the researcher in unknown social contexts, understanding and conceptualizing worldviews or collective orientations of a group as well as its actions and ways of representations. Therefore, the documentary method transcends the level of intuitive or deductive analysis and instigates the construction of analytical instruments able to map and shape everyday experiences, which lack theoretical reflection.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectMannheim, Karl,1893-1947-
Palavras-chave: dc.subjectPesquisa qualitativa-
Palavras-chave: dc.subjectMétodo documentário de interpretação-
Título: dc.titleA contribuição de Karl Mannheim para a pesquisa qualitativa : aspectos teóricos e metodológicos-
Título: dc.titleKarl Mannheim's contribution to qualitative research : theoretical and methodological aspects-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.