Entre memórias e demandas sociais : as teias de reciprocidade dos espíritos caboclos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorSantos, Mariza Veloso Motta-
Autor(es): dc.creatorSilva, Rosevel Gutemberg-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:56:42Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:56:42Z-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-17-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-17-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-17-
Data de envio: dc.date.issued2007-07-06-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/2788-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619889-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2007.-
Descrição: dc.descriptionO principal objetivo desta dissertação foi o de interpretar certos processos de re-significações funcionais de conteúdos mnemônicos com vistas à satisfação de demandas políticas, econômicas e afetivas de grupos socialmente desprivilegiados. O recorte empírico do objeto tratado é aquele que diz respeito à emergência de um conjunto de espíritos denominados "caboclos" no seio dos candomblés baianos. A perspectiva teórica aqui adotada privilegiou uma abordagem sincrônico-diacrônica no sentido de entender o que teria motivado a agência criativa dos artífices religiosos que parecem ter sido influenciados, ou impactados, por distintas narrativas e cosmologias, dentre elas: modelos culturais legados pelas tradições africanas; princípios e valores católicos; elementos do kardecismo já re-significados no meio brasileiro e representações da pedagogia romântica acerca do indígena e do semi-civilizado. Longe de representar tão-somente expressões de sincretismo e criatividade desinteressada, a incorporação desta categoria específica de "espíritos" no âmbito das religiões afro-brasileiras deixa entrever uma série de dispositivos intencional e funcionalmente produzidos com vistas à satisfação das necessidades postas no interior de classes populares: de um lado, quando da sua produção, de estratégias por retenção de capital simbólico, ao se consociar com o elemento nativista (o índio), valorizado ao nível do discurso homogeneizador da fundação nacional; por outro lado, e concomitantemente, atende a uma série de demandas práticas e imediatas de boa parte da população, assistindo-a, pois que os caboclos estão ali para fazer o "bem", por meio das práticas terapêuticas e de aconselhamento, e sob a via da caridade. As sociedades de ajuda mútua não são exclusividade dos chamados candomblés de caboclo, pois que os candomblés que não agenciam por meio de caboclos também desempenham essas funções sociais. No entanto, naquelas em que os caboclos recebem cultos abertos parece haver uma institucionalização dessa categoria de espíritos no cumprimento dessa prestação de serviços aparentemente desinteressada. Como uma verdadeira dádiva, as atuações, terapêutica e oracular, dos caboclos estão longe de representar meras doações desinteressadas. Ao atender às demandas, ao mesmo tempo cumprem uma função, tida como obrigação moral, e estabelecem vínculos duradouros, porquanto eficazes. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe main goal of this thesis was to interpret certain processes of functional resignification of mnemonic contents aiming the political, economic and affective assistance of socially disadvantageous groups. The empirical clipping of the treated object is the one concerning the emergency of a set of spirits called “caboclos” in the core of Bahia’s voodoos. The theoric perspective adopted here favored a synchronous, diachronic, approach to understand what would have motivated the creative agency of the religious artificers who seem to have been influenced or impacted by distinct narratives and cosmologies among cultural models conveyed by the African traditions; catholic principles and values; elements of kardecism already resignified in the Brazilian environment and representations of the romantic pedagogy about the aborigine and the semi civilized native. Far from representing only expressions of syncretism and disinterested creativity, the assimilation of this specific category of “spirits” in the Afro-Brazilian religions permits to glimpse a series of arrangements intentionally and functionally produced aiming the assistance of the necessities placed in the interior of popular classes: on one side, during its production of strategies through retention of symbolic capital when combined with the native element (the Indian) appreciated at the level of the homogenizing speech of the national foundation; on the other hand, at the same time, it attends to a series of practical and immediate demands of a large part of the population, assisting it, as the caboclos are there to do “good” through therapeutic practices and counseling and also by means of charity. The mutual help societies are not exclusiveness of the so called voodoos of caboclos because the voodoos that don’t act by means of caboclos also perform these social functions. However, in those where the caboclos receive open cults it seems like there is an institutionalization of this category of spirit accomplishing these services apparently disinterested. Like a true gift, the therapeutic and oracular actions of the caboclos are far from representing mere disinterested donations. When attending demands, they, at the same time, accomplish a duty, considered as moral obligation, and establish long bonds that are effective.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectCiências sociais-
Palavras-chave: dc.subjectCaboclos (povo brasileiro)-
Palavras-chave: dc.subjectCultura afro-brasileira-
Título: dc.titleEntre memórias e demandas sociais : as teias de reciprocidade dos espíritos caboclos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.