Música holofractal em cena : experimentos de transdução semiótica de noções da física holonômica, da teoria do caos e dos fractais no campo da improvisação performática

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorMota, Marcus Santos-
Autor(es): dc.creatorPrates, Eufrasio Farias-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:56:33Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:56:33Z-
Data de envio: dc.date.issued2012-06-14-
Data de envio: dc.date.issued2012-06-14-
Data de envio: dc.date.issued2012-06-14-
Data de envio: dc.date.issued2011-12-20-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/10702-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619832-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte. 2011.-
Descrição: dc.descriptionEsta tese tem por objetivo apresentar experimentos inauditos de transdução semiótica de noções da física contemporânea, especialmente daquelas provenientes das teorias holonômicas e fractais - tais como atemporalidade, acausalidade, imprevisibilidade, multidimensionalidade e outras - em processos artísticos performáticos envolvendo música, dança, teatro, vídeo etc. sustentados no uso, em graus variáveis, de novas tecnologias digitais de interação. Ela confirma a hipótese de que a ênfase em processos de tradução intersemiótica de nível de primeiridade e segundidade na realização desses experimentos reforça aspectos afetivos em sua percepção. Estruturada em três capítulos e um apêndice, o primeiro apresenta as motivações dessa pesquisa e aborda os referenciais teórico-metodológicos em áreas importantes para o trabalho artístico pragmático, tais como semiótica, estética, performance, física e novas tecnologias. O segundo capítulo apresenta e analisa aspectos relevantes de três experimentos performáticos holofractais desenvolvidos e apresentados em 2009, 2010 e 2011. Embora não haja a intenção de considerá-los representantes de qualquer tipo de progresso ou evolução, o leitor notará evidências de certo refinamento e aprimoramento na linguagem poética e na composição do sistema tecnológico. O terceiro capítulo traz reflexões estéticas sobre a poética holofractal, arriscando-se a apresentar um modelo que ilustra diagramaticamente o processo criativo abstraído da série de experimentos realizada ao longo da pesquisa, seguido de um resumo da pesquisa, a título de conclusão. Finaliza o trabalho um apêndice, de ordem mais técnica, onde o sistema tecnológico digital de transdução de som e imagem, desenvolvido para dar sustentação ao projeto, é descrito e oferecido (em código aberto, publicado na Internet) à comunidade como contrapartida à oportunidade de realizar essa pesquisa em uma universidade pública. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis thesis aims to present some semiotic transduction experiments of contemporary notions of physics - especially those from the holonomic theory and fractals, such as atemporality, acausality, unpredictability, multidimensionality and others - into performatic artistic processes involving music, dance, theater, video, etc. based on the use, in varying degrees, of new digital interactive technologies. It confirms the hypothesis that the emphasis on firstnesses and secondnesses of intersemiotic translations in such experiments reinforces affective aspects in their perception. Divided into three chapters and one appendix, the first one presents the motivations of the research and discusses the theoretical and methodological rationales in important fields for the pragmatic artistic work, such as semiotics, aesthetics, performance art, physics and new technologies. The second chapter presents and analyzes relevant aspects of three holofractal performatic experiments developed and presented in 2009, 2010 and 2011. They are not intended to represent any kind of progress or evolution but, as it is noticeable, some refinements in language structuring and in the composition of the technological system are crystal clear. The third chapter contains aesthetic reflections on the holofractal poetics, daring to present a model that illustrates diagrammatically the creative process abstracted from the series of experiments conducted along the research, followed by a summary of the thesis, on the role of a conclusion. Finishing the work, an appendix chapter, more descriptive and technical in form, presents in detail the technological system where the digital image and sound transduction was developed to support the project. The “Holofractal Music and Image Transducer” system is described and offered (open source, published on the Internet) as retribution to the community that sponsored the opportunity to conduct this research in a public university.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectTeoria musical-
Palavras-chave: dc.subjectSemiótica - artes-
Palavras-chave: dc.subjectMúsica e tecnologia-
Título: dc.titleMúsica holofractal em cena : experimentos de transdução semiótica de noções da física holonômica, da teoria do caos e dos fractais no campo da improvisação performática-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.