A cultura popular como recurso clínico na atenção ao sofrimento psíquico grave

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCosta, Ileno Izídio da-
Autor(es): dc.creatorBraga, Filipe Willadino-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:56:24Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:56:24Z-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-26-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-26-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-26-
Data de envio: dc.date.issued2012-10-26-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/12202-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619762-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2012.-
Descrição: dc.descriptionEste estudo problematiza a cultura popular como recurso clínico no contexto da Reforma Psiquiátrica. Utilizamos os referenciais da educação popular de Paulo Freire que remetem ao conceito de cultura popular. Além disso, partimos de contribuições da Psicanálise winnicottiana, discutindo a cultura como campo de transicionalidade, a qual faz parte do espaço potencial de cuidado e do viver criativo. Foi utilizado o conceito de sofrimento psíquico grave na tentativa de resignificar o campo da saúde mental a luz das vivências intensas de angústia, em detrimento a categorias nosológicas como a noção de Transtorno Mental. Como recurso metodológico, foi realizada construção da narrativa de uma usuária em sofrimento psíquico grave, atendida no Centro de Atenção Psicossocial II do Paranoá. Assim, foram propostas reflexões em torno da Pesquisa em Psicanálise, partindo da noção de construções em análise, além do estudo de narrativas - no contexto da Reforma Psiquiátrica - como um meio de acessar as experiências singulares e políticas dos sujeitos em sofrimento psíquico grave. A construção da narrativa apresentou contribuições frente à necessidade de reconhecer os mecanismos próprios dos produtores da cultura popular em suas experiências de sofrimento psíquico grave. Assim, diferenciamos o modo como categorias nosológicas operam um fechamento das possibilidades de projetar a existência e estabelecer projeto de vida do sujeito, em relação aos recursos da cultura popular, como experiências que criam campo de uso de objetos e fenômenos transicionais, e podem auxiliar o sujeito na busca do self. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThis study discusses the popular culture as a clinical resource in the context of the psychiatric reform. We use the popular education benchmarks of Paulo Freire, which refers to the concept of popular culture. In addition, we start from the contributions of Winnicott Psychoanalysis, discussing culture as a transitionality field, which is part of the potential space of care and creative living. We use the concept of Serious Psychic Suffering in an attempt to guide the mental health field, changing the focus from Nosological categories to the intense experiences of anguish. As a methodological resource we propose the narrative construction from a user in serious psychic suffering. This research was made is in the Centre of Psychosocial Care II of Paranoá. We proposed reflections around the research in Psychoanalysis, extending the notion of constructions in analysis, in addition to the study of narratives in the context of the psychiatric reform. The construction of the narrative presented the contributions to recognize the patient’s own mechanisms of their experiences in popular culture. We tried to differentiate how Nosological categories operate a closure of the possibilities of designing the existence and establishing subject's life project, in relation to popular culture's resources as experiences that create the field to use the transitional objects and phenomenons. This can assist the subject in the search for the self.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectWinnicott, D. W. (Donald Woods), 1896-1971 - crítica e interpretação-
Palavras-chave: dc.subjectPsicanálise e cultura-
Palavras-chave: dc.subjectPsiquiatria social-
Palavras-chave: dc.subjectPsiquiatria - política de saúde mental-
Título: dc.titleA cultura popular como recurso clínico na atenção ao sofrimento psíquico grave-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.