Consumo alimentar e obesidade em adolescentes brasileiros acompanhados na Atenção Básica : estudo ecológico com dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorSilva, Valéria Moreira-
Autor(es): dc.creatorFarias, Patrícia Rodrigues-
Autor(es): dc.creatorGonçalves, Vívian Siqueira-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:56:12Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:56:12Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-02-23-
Data de envio: dc.date.issued2021-02-23-
Data de envio: dc.date.issued2019-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/40123-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619687-
Descrição: dc.descriptionOBJETIVO: Identificar marcadores de alimentação saudável e não saudável e sua relação com excesso de peso na população adolescente acompanhada por meio do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional na Atenção Básica em 2017. MÉTODO: Foram extraídos dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) contendo as frequências de obesidade e de marcadores de consumo alimentar em adolescentes (10 a 19 anos). As variáveis foram comparadas a projeções populacionais do IBGE para 2017, visando investigar a proximidade com a amostra analisada. Intervalos de Confiança de 95% (IC95%) foram calculados para as prevalências obtidas no Sisvan. Utilizou-se o software TabWin 4.15 para a plotagem dos dados visando a inspeção visual de sua distribuição espacial. Realizou-se o teste de correlação de Spearman para investigar a relação entre a obesidade e consumo de alimentos ultraprocessados nas Unidades de Federação, com significância de 5%. RESULTADOS: Foram extraídos dados de antropometria de 5.570 municípios e dados de consumo alimentar de 3.513 municípios, o que correspondeu a 4.630.485 e 102.085 adolescentes avaliados, respectivamente. A Região Sul apresentou a maior prevalência de obesidade com 13,3% (IC 95% 13,2-13,4), seguida pela região Sudeste com 10,4% (IC95% 10,3-10,4). O número de casos de obesidade correlacionou-se com o número de casos de consumo de embutidos (r=0,76; p<0,001); bebidas adoçadas (r=0,74; p<0,001), macarrão instantâneo (r=0,76; p<0,001) e guloseimas (r=0,75; p<0,001). CONCLUSÃO: Houve uma correlação positiva forte entre o consumo de alimentos ultraprocessados e obesidade em todas as macrorregiões brasileiras.-
Descrição: dc.descriptionOBJECTIVE: Identify markers of healthy and unhealthy eating and their relationship with obesity in the adolescent population accompanied by the Food and Nutrition Surveillance System in Primary Health Care of Brazil in 2017. METHODS: Data were extracted from the Food and Nutrition Surveillance System (Sisvan) containing the frequencies of obesity and food consumption markers in adolescents (10 to 19 years). The variables were compared to population projections of the IBGE for 2017, aiming to investigate the proximity with the analyzed sample. The 95% Confidence Intervals (95% CI) were calculated for the prevalence's obtained in Sisvan. TabWin software 4.15 was used to plot the data for the visual inspection of its spatial distribution. The Spearman correlation test was performed to investigate the relationship between obesity and consumption of ultra processed foods in the Federation Units, with a significance of 5%. RESULTS: We extract anthropometry data from 5,570 municipalities and food consumption from 3,513 municipalities corresponding to 4,630,485 and 102,085 adolescents evaluated, respectively. The South Region presented a higher prevalence of obesity with 13.3% (CI 95% 13.213.4) followed by the Southeast region with 10.4% (CI95% 10,3-10,4). The number of obesity cases was correlated with the number of cases of sausage consumption (r = 0.76, p <0.001); sweetened drinks (r = 0.74, p <0.001), instant noodles (r = 0.76, p <0.001) and treats (r = 0.75, p <0.001). CONCLUSION: There was a strong positive correlation between the consumption of ultra processed foods and obesity in all Brazilian macro regions.-
Publicador: dc.publisherNúcleo de estudos da saúde do adolescente / UERJ-
Relação: dc.relationhttp://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=851#-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectAdolescentes-
Palavras-chave: dc.subjectAlimentação-
Palavras-chave: dc.subjectPolítica alimentar-
Palavras-chave: dc.subjectObesidade-
Título: dc.titleConsumo alimentar e obesidade em adolescentes brasileiros acompanhados na Atenção Básica : estudo ecológico com dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional-
Título: dc.titleFood consumption and obesity in Brazilian adolescents accompanied in Primary Health Care : an ecological study with data from the Food and Nutrition Surveillance System-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.