Análise molecular por espectrometria de massas de pacientes com degeneração macular relacionada à idade do tipo neovascular (DMRIn) resistentes ao anti-VEGF

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorNóbrega, Otávio de Tolêdo-
Autor(es): dc.contributorbrunonobrelins@hotmail.com-
Autor(es): dc.creatorCoronado, Bruno Nobre Lins-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:55:21Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:55:21Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2020-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2020-04-09-
Data de envio: dc.date.issued2019-07-18-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/37418-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619348-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2019.-
Descrição: dc.descriptionA degeneração macular relacionada à idade (DMRI), apesar de pouco conhecida pela população em geral, está entre as principais causas de cegueira em todo o mundo. Existem duas formas: a seca e a úmida (neovascular). A forma neovascular tem nas injeções intravítreas de anti-angiogênicos (anti-VEGF) seu tratamento padrão ouro. No entanto, até um quarto destes pacientes apresenta deterioração da acuidade visual, mesmo sob o tratamento preconizado. Assim, existe a necessidade de estudos que elucidem as vias moleculares que atuam na neoangiogênese coroidal além do fator de crescimento vascular e endotelial (VEGF). Tal pesquisa trata-se de um estudo transversal de natureza translacional para avaliar os perfis de proteínas do humor aquoso de 25 pacientes divididos em três grupos: grupo 1 formado por pacientes com DMRI neovascular virgens de tratamento (chamados naive), que em acompanhamento a posterori demonstraram boa resposta às injeções de anti-VEGF; grupo 2 formado por pacientes com DMRI neovascular resistentes ao anti-VEGF e grupo 3 formado por pacientes controles, sem doenças sistêmicas ou sinais de retinopatia. Utilizamos a espectrometria de massas (label-freeLC-MS/MS) para fazer a distinção proteômica dos grupos. Foram identificadas 2336 proteínas, das quais 185 estavam diferentemente reguladas e permitiram a diferenciação das condições clínicas entre si. Trinta e nove proteínas, incluindo algumas inéditas, permitiram ainda correlacionar os grupos analisados com o metabolismo lipídico, o estresse oxidativo, o sistema do complemento e vias inflamatórias e da angiogênese. Assim, este estudo ratifica a participação de outros potenciais biomarcadores e vias na fisiopatogênese da neovascularização macular além do conhecido fator de crescimento vascular e endotelial (VEGF).-
Descrição: dc.descriptionAge-related macular degeneration (AMD), although little known to the general population, is among the leading causes of blindness worldwide. There are two forms: dry and wet (neovascular). The neovascular form has intravitreal injections of anti-angiogenics (anti-VEGF) as its gold standard treatment. However, still up to a quarter of these patients have deterioration of visual acuity, even under the recommended treatment. Thus, there is a need for researches that elucidate the molecular pathways that act on choroidal neoangiogenesis in addition to vascular and endothelial growth factor (VEGF). This research evaluates the aqueous humor protein profiles of 25 patients divided into three groups: group 1 formed by patients with treatment-naive neovascular AMD, who in follow-up demonstrated good response to anti-VEGF injections; group 2 comprised patients with anti-VEGF-resistant neovascular AMD and group 3 comprised control patients with no systemic disease or signs of retinopathy. Mass spectrometry (label-freeLC-MS / MS) was used to make the proteomic distinction of the groups. 2336 proteins were identified, 185 of which were differently regulated and allowed the differentiation of clinical conditions from each other. Thirty-nine proteins, including some unpublished proteins, also allowed correlating the analyzed groups with lipid metabolism, oxidative stress, complement system, inflammatory pathways and angiogenesis. Thus, this research ratifies the participation of other potential biomarkers and pathways in the pathophysiology of macular neovascularization besides the known vascular and endothelial growth factor (VEGF).-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectDegeneração macular-
Palavras-chave: dc.subjectCegueira-
Palavras-chave: dc.subjectNeoangiogênese coroidal-
Palavras-chave: dc.subjectEspectrometria de massa-
Palavras-chave: dc.subjectBiomarcadores-
Palavras-chave: dc.subjectOlhos - doenças-
Palavras-chave: dc.subjectAcuidade visual-
Título: dc.titleAnálise molecular por espectrometria de massas de pacientes com degeneração macular relacionada à idade do tipo neovascular (DMRIn) resistentes ao anti-VEGF-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.