Bem-estar e mal-estar no contexto do trabalho : um estudo de representações sociais

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorPaz, Maria das Graças Torres da-
Autor(es): dc.creatorMiranda, Onofre Rodrigues de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:55:20Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:55:20Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-01-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-01-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-01-
Data de envio: dc.date.issued2010-09-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/19400-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619342-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2010.-
Descrição: dc.descriptionNa literatura a concepcao de bem-estar no trabalho aponta para a diversidade de conceitos e redundancias, bem como se observa uma tendencia de estudos empiricos em estudar o malestar no trabalho como reflexo do bem-estar. Nesta perspectiva, a presente tese de doutoramento teve como objetivo desenvolver um estudo de representacoes sociais baseado na Teoria do Nucleo Central para examinar se os nucleos centrais desses construtos representam polo positivo e negativo de uma mesma dimensao. Assim, como problematica pontuou-se o fato de trabalhadores perceberem ou considerarem que nao tem bem-estar significa que eles tem mal-estar. Para responder esta questao foram desenvolvidos dois estudos de natureza quantitativa e qualitativa, sendo o primeiro sobre o nucleo central da representacao social de bem-estar e mal-estar no trabalho, e o segundo, a partir dos resultados do primeiro, investigou como os elementos centrais e perifericos das representacoes sociais sao estruturados. No primeiro estudo participaram ao todo centro e quarenta e sete trabalhadores, sendo que deste total, sessenta e cinco pesquisados sao de uma organizacao publica do governo do Distrito Federal e setenta e dois de uma empresa privada do ramo de alimentacao. Como instrumento de pesquisa foi utilizado um questionario de evocacao com os termos indutores bem-estar no trabalho e mal-estar no trabalho. Os resultados indicaram que os nucleos centrais das representacoes sociais nao refletem polo positivo e negativo de uma mesma dimensao, ou seja, para o bem-estar no trabalho, o nucleo central e composto pelos elementos amizade e comunicacao, enquanto que para a representacao do mal-estar no trabalho o nucleo central compreendeu os elementos cansaco, salario e fofocas. Ja para o segundo estudo, os elementos centrais e perifericos foram utilizados como insumos para elaboracao de questionarios de similitude (formacao de pares, frequencias de frases, agrupamento e importancia). Participaram desta segunda etapa, sessenta e cinco trabalhadores das mesmas organizacoes que foram foco do primeiro estudo, sendo vinte e seis da empresa publica e trinta e nove da empresa privada. Os resultados possibilitaram o agrupamento dos elementos em eixos, quais sejam: para o bem-estar no trabalho: relacionamento, realizacao e condicoes favoraveis do ambiente e, para o mal-estar no trabalho: cansaco, condicoes desfavoraveis e tratamento. Por fim, os resultados sao discutidos a luz da literatura, as limitacoes sao ressaltas, uma agenda de pesquisa e proposta e as contribuicoes para a area e para as organizacoes sao apontadas. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThough literature, the concept of well-being at work points to the diversity of concepts and redundancies, as well as a trend of empirical study on the malaise at work as a reflection of well-being. In this perspective, this doctoral thesis was aimed to develop a study of social representations based on the Central Nucleus Theory to examine whether the central cores of these constructs represent positive and negative pole of the same dimension. That is, the fact that workers perceive that they have no well-being means that they have malaise? To answer to this question it was developed two qualitative and quantitative studies, the first one was the core nucleus of the social representation of well-being and malaise at work and the second from the results of the first, it was investigated how the central and peripheral elements of the representations are structured. One hundred forty-seven employees participated of the first study, sixty-five from a public organization of Federal District government and seventy-two from a private organization of fast food. The instrument used was evocation questionnaire and it used as induct term well-being at work and malaise at work. The results indicated that the central cores of social representations do not reflect positive and negative pole of the same dimension, which means: the core nucleus of well-being at work is comprised by terms friendship and communication, while for the core nucleus of malaise at work consisted by the elements tiredness, salary and gossip. For the second study, the central and peripheral elements were used as inputs for the development of questionnaires of similarity (pairs group, frequencies of phrases, grouping of terms and importance). Participated in this second stage, sixty-five employees of the same organizations that were the focus of the first study, twentysix of the public orgnaization and thrity-nine from private one. The results allowed to set the elements into axes, which are: the well-being at work: relationship, development and the environment and favorable conditions for the malaise at work: fatigue, unfavorable conditions and treatment. Finally, the results are discussed through the literature, the limitations are enphasized, a research agenda is proposed and the contributions to literature and to organizations are pointed.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectBem-estar no trabalho-
Palavras-chave: dc.subjectBem-estar pessoal-
Palavras-chave: dc.subjectSatisfação no trabalho-
Palavras-chave: dc.subjectRepresentações sociais-
Palavras-chave: dc.subjectSofrimento psíquico-
Título: dc.titleBem-estar e mal-estar no contexto do trabalho : um estudo de representações sociais-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.