Percepções angolanas, meio ambiente e terra : uma ponte entre a crítica pós-colonial e a ecologia política

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorPantoja, Selma Alves-
Autor(es): dc.contributorflora.pereira23@gmail.com-
Autor(es): dc.creatorSilva, Flora Pereira da-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:53:44Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:53:44Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-07-
Data de envio: dc.date.issued2021-04-07-
Data de envio: dc.date.issued2020-04-07-
Data de envio: dc.date.issued2020-12-16-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/40441-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/618703-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional, 2020.-
Descrição: dc.descriptionEsta dissertação procura demonstrar como as nuances de interpretação sobre meio ambiente das sociedades que compõem o sistema-mundo hoje, em particular no contexto angolano, foram formadas ao longo de uma história global de colonização e dominação do Norte sobre o Sul, não apenas econômica e cultural, mas também ambiental. A partir de um olhar da crítica pós-colonial e da ecologia política, abordo a dança de influências e percepções entre a agenda internacional e a regional sobre as noções de meio ambiente e terra, analisando o peso da hegemonia das epistemologias ocidentais e capitalistas na construção e na ideia específica desses conceitos, entendendo como estes são absorvidos e emanados em Angola e seu Sul. O país e a região, com suas histórias marcadas pela apropriação agressiva dos solos e exploração desmedida da biodiversidade, palcos de um longo conflito civil que devastou sociedade e natureza, se fazem únicos enquanto lentes para entender o significado de meio ambiente no espaço global, suas incoerências e o lugar desse conceito na cartografia de poderes da Modernidade.-
Descrição: dc.descriptionThis dissertation seeks to demonstrate how the interpretation nuances of environment in the societies that make up the world-system, particularly in the Angolan context, were built over a global history of colonization and domination of the North over the South, not only on economic and cultural levels, but also on an environmental one. From a post-colonial criticism and political ecology perspective, I approach the flow of influences and perceptions between the international and regional agendas about the notions of environment and land, analyzing the weight of the hegemony of western and capitalist epistemologies in the construction of these concepts, and how they are absorbed and emanated in Angola and its South. Both country and region, with their histories marked by the aggressive appropriation of soils and excessive exploitation of biodiversity, stages of a long civil conflict that devastated society and nature, become unique as lenses to understanding the meaning of the environment in the global space, its inconsistencies, and the place of this concept in the power map of Modernity.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectMeio ambiente-
Palavras-chave: dc.subjectTerra-
Palavras-chave: dc.subjectEcologia política-
Palavras-chave: dc.subjectCrítica pós-colonial-
Palavras-chave: dc.subjectAngola-
Título: dc.titlePercepções angolanas, meio ambiente e terra : uma ponte entre a crítica pós-colonial e a ecologia política-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.