Arte, memória e justiça de transição : trajetória de artistas ex-perseguidos políticos da ditadura

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBorges, Fabrícia Teixeira-
Autor(es): dc.creatorMourão, Alexandre de Albuquerque-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:53:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:53:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-07-02-
Data de envio: dc.date.issued2020-07-02-
Data de envio: dc.date.issued2020-03-20-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38771-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/618694-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2020.-
Descrição: dc.descriptionEsta tese teve como objetivo analisar como artistas ex-perseguidos políticos produziram simbolicamente e narrativamente diante da violência da ditadura militar (1964-1985) e de que maneira suas obras de arte ajudam na criação de uma memória coletiva para a justiça de transição. A partir da metodologia da pesquisa qualitativa e da pesquisa educacional baseada nas artes, ancorada na psicologia cultural, entrevistamos três vítimas do regime militar. A pesquisa foi dividida em quatro etapas: na primeira fizemos uma pesquisa documental de uma entrevista anterior já realizada com um dos participantes, no ano de 2012. Em seguida, realizamos cinco entrevistas narrativas individuais com os três artistas em 2019. Na terceira etapa fizemos uma pesquisa documental de dois livros autobiográficos recentes de dois dos participantes. Em uma quarta etapa realizamos a análise de dez obras de arte nas técnicas de pintura, desenho, instalação e poesia. As informações dos participantes foram organizadas em tabelas, com temas e subtemas, e em mapas semióticos, com uso de plataforma eletrônica. Para tratamento dos dados, realizamos a análise dialógico- temática e a análise semiótica das pinturas e desenhos. Nesta pesquisa concluímos que, no momento em que a memória coletiva adapta fatos e acontecimentos antigos às necessidades do presente, a produção simbólica através de objetos biográficos e imagens dialéticas de artistas ex-perseguidos políticos produz significados criativos sobre a memória do trauma reforçando o direito à memória. Uma das maneiras de dar conta da narração de uma violência de Estado é tentando alcançar a experiência radical de violência criando arte, aproximado assim a experiência de perseguição, prisão ou tortura à narrativa. Esta pesquisa contribuiu para a ciência no sentido de trazer discussões da área da psicologia a respeito de como os processos artísticos propiciam uma produção simbólica coletiva diante de situações traumáticas e de violência de Estado. Acreditamos, também, que contribuímos para criação de estratégias que podem ser usadas por políticas públicas em justiça de transição como a criação de memoriais, museus, exposições permanentes, itinerantes e intervenções urbanas que não foquem apenas registros históricos e documentais.-
Descrição: dc.descriptionThis thesis aimed to analyze how ex-political persecuted artists produced symbolically and narratively in the face of the violence of the military dictatorship (1964-1985) and how their works of art help in creating a collective memory for transitional justice. Based on the methodology of qualitative research and educational research based on the arts, anchored in cultural psychology, we interviewed three victims of the military regime. The research was divided into four stages: in the first, we conducted a documentary survey of a previous interview already carried out with one of the participants, in 2012. Then, we conducted five individual narrative interviews with the three artists in 2019. In the third stage we did a documentary research of two recent autobiographical books by two of the participants. In a fourth stage, we performed the analysis of ten works of art in the techniques of painting, drawing, installation and poetry. The participants information was organized in tables, with themes and subthemes, and in semiotic maps, using an electronic platform. For data treatment, we carry out the dialogical-thematic analysis and the semiotic analysis of the paintings and drawings. In this research we conclude that, when the collective memory adapts old facts and events to the needs of the present, the symbolic production through biographical objects and dialectical images of ex- political persecuted artists produces creative meanings about the memory of trauma reinforcing the right to memory. One way to deal with the narration of state violence is to try to achieve the radical experience of violence by creating art, thus bringing the experience of persecution, imprisonment or torture closer to the narrative. This research contributed to science in the sense of bringing discussions in the field of psychology about how artistic processes can contribute to collective symbolic production in the face of traumatic situations and state violence. We also believe that we contribute to the creation of strategies that can be used by public policies in transitional justice such as the creation of memorials, museums, permanent exhibitions, itinerants and urban art that do not focus only on historical and documentary records.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectPsicologia cultural-
Palavras-chave: dc.subjectArte-
Palavras-chave: dc.subjectMemória coletiva-
Palavras-chave: dc.subjectDitadura militar - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectJustiça de transição-
Palavras-chave: dc.subjectPerseguição política-
Palavras-chave: dc.subjectProdução artística-
Título: dc.titleArte, memória e justiça de transição : trajetória de artistas ex-perseguidos políticos da ditadura-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.