Avaliação clínica e ex vivo de molares decíduos submetidos a diferentes protocolos terapêuticos no manejo da cárie dentária

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorLeal, Soraya Coelho-
Autor(es): dc.creatorKessler, Maitê Cevallos Mijan-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:49:22Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:49:22Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-19-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-19-
Data de envio: dc.date.issued2016-02-19-
Data de envio: dc.date.issued2015-12-02-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/19524-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.26512/2015.12.T.19524-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/617055-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2015.-
Descrição: dc.descriptionDe acordo com a Organização Mundial de Saúde, 72% e 95% das lesões de cárie cavitadas em dentina de dentes decíduos não são tratadas em países de alta e de baixa renda, respectivamente, comprovando a falta de acesso à saúde bucal e a ineficiência dos tratamentos restauradores convencionais. A busca por novas alternativas de manejo da cárie dentária introduziu abordagens como o ART e o UCT. Em 2009 um estudo clínico controlado quasi-randomizado foi iniciado no Paranoá, DF-Brazil, comparando três protocolos no manejo de cárie dentária cavitadas em dentina em molares decíduos: CRT – remoção de cárie por instrumentos rotatórios e restauração com amálgama; ART – remoção de cárie por instrumentos manuais e restauração com cimento de ionômero de vidro e; UCT – combinação de ART para cavidades pequenas e controle de biofilme para cavidades médias e grandes. Este estudo avaliou clinicamente ao longo de 3,5 anos a taxa de sobrevida e a taxa de esfoliação dos molares decíduos submetidos aos três protocolos terapêuticos e avaliou, em um estudo ex vivo, as microfraturas marginais de dentes restaurados com amálgama (CRT) e restaurados com CIV (ART e UCT). O método Kaplan-Meier estimou as curvas de sobrevida e o de PHERG estimou as curvas de esfoliação. A análise de microfraturas marginais em dentes com restaurações classificadas como bem-sucedidas foi realizada pela quantificação de microfendas por microscopia eletrônica de varredura e por microinfiltração com solução aquosa de nitrato de prata a 50%. Neste experimento, a diferença entre grupos e a relação com variáveis independentes foram aferidas pelos Teste de Fischer, teste t e ANOVA. Após 3,5 anos, a taxa de sobrevida cumulativa e erro padrão para todos os molares tratados foi de 90,9 ± 2,0% para CRT, 90,4 ± 2,4% para ART e 88,6 ± 1,9% para UCT (p=0,13). Apenas um efeito do tipo de superfície foi observado – a taxa de sobrevida para dentes com cavidade envolvendo única superfície foi maior que aquela observada para dentes com múltiplas superfícies. Por sua vez, após o mesmo período, não houve diferença na taxa de esfoliação dos molares decíduos: 51% (CRT), 48,7% (ART) e 48,1% (UCT) (p=0,37). Dentes com envolvimento de múltiplas superfícies esfoliaram em maior proporção que os com única superfície para todos os grupos de tratamento (p=0,04). Não houve diferença nas taxas de microinfiltração (p=0.20) e no tamanho das microfendas (p=0,83) observadas nos dentes restaurados por amálgama e por CIV pela técnica ART. Dentes com envolvimento de múltiplas superfícies apresentaram maior infiltração de nitrato de prata que os dentes com única superfície (p=0,02). Os resultados demonstram que a restauração de cavidades pela técnica ART associada à manutenção das cavidades de molares decíduos sob controle de biofilme dental, como empregado no protocolo UCT, pode se tornar uma alternativa adequada para o manejo de cárie na dentição decídua frente aos tratamentos restauradores convencionais, uma vez que introduz componentes de prevenção da doença e promoção de saúde bucal.-
Descrição: dc.descriptionAccording to World Health Organization, 72% and 95% of dentin cavitated carious lesions in primary teeth are untreated in high- and low-income countries, respectively, proving the lack of access to oral health and the inefficiency of the conventional restorative treatment options. The search for new approaches in the management of dental caries introduced ART and UCT in recent years. In 2009, a controlled, quasi-randomized, clinical trial was carried out in Paranoá, DF-Brazil with the aim to compare three treatment protocols for dentin cavitated dental caries in primary molars: CRT - caries removal with rotary instruments and amalgam restoration; ART - caries removal with hand instruments and glass-ionomer cement restoration and; UCT - combination of ART for small cavities and biofilm control for medium and large cavities. The present study evaluated clinically the survival and the exfoliation rates of the deciduous molars submitted to the three therapeutic protocols over a period of 3.5-years, and assessed in an ex vivo study, the marginal microleakage of the teeth restored with amalgam (CRT) and restored with GIC (ART and UCT). The Kaplan-Meier method estimated survival curves and the PHERG estimated the exfoliation curves. The marginal microleakage analysis was performed by quantification of the gap size by scanning electron microscopy and microinfiltration with a silver nitrate solution 50%. In this experiment, the difference between groups and the relationship with independent variables were estimated by Fischer’s test, t-test and ANOVA. After 3.5 years, the cumulative survival rate and standard error for all molars treated was 90.9 ± 2.0% for CRT, 90.4 ± 2.4% for ART and 88.6 ± 1.9% for UCT (p = 0.13). Only a type of surface effect was observed: the survival rate for molars were higher for single- than for multiple-surface cavities. In turn, there was no difference in the exfoliation rate of primary molars: 51% (CRT), 48.7% (ART) and 48.1% (UCT) (p = 0:37) had exfoliated after 3.5-years. Teeth with multiple surfaces cavities exfoliated in a higher proportion than those with single surface for all treatment groups (p = 0.04). There was no difference in microleakage rates (p = 0.20), and gap size (p = 0.83) observed in teeth restored with amalgam and GIC according to the ART technique. Teeth with multiple-surfaces cavities showed greater infiltration of silver nitrate than those with single-surface (P = 0.02). Taken together, the results show that restoring cavities according to the ART technique and maintaining opened cavities through biofilm control, as in the UCT protocol, can become a suitable alternative for caries management in primary dentition, compared to the to conventional restorative treatments once disease prevention and promotion of oral health are introduced.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectCáries dentárias-
Palavras-chave: dc.subjectDentes decíduos-
Palavras-chave: dc.subjectCimentos dentários-
Palavras-chave: dc.subjectImplantes dentários-
Título: dc.titleAvaliação clínica e ex vivo de molares decíduos submetidos a diferentes protocolos terapêuticos no manejo da cárie dentária-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.