Apontamentos de psicanálise e arte poéticas visuais negras : recriando o olhar, recriando o toque

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorViana, Terezinha de Camargo-
Autor(es): dc.contributorneurialan@gmail.com-
Autor(es): dc.creatorAraújo, Neurialan de Paula-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:46:59Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:46:59Z-
Data de envio: dc.date.issued2021-07-09-
Data de envio: dc.date.issued2021-07-09-
Data de envio: dc.date.issued2021-07-09-
Data de envio: dc.date.issued2021-03-12-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/41370-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/616128-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2021.-
Descrição: dc.descriptionEsta pesquisa tem como objetivo estudar o campo da raça na sociedade brasileira, tendo como referencial uma perspectiva de subjetividade baseada na psicanálise. O estudo se desenvolve relacionando dois aspectos: a arte afro-brasileira vem criando um espaço de discussão sobre o negro brasileiro, relações raciais e cultura afro-brasileira e a psicanálise apresenta uma subjetividade que enfatiza a dimensão do inconsciente que é um ponto distinto da subjetividade da modernidade. É uma pesquisa qualitativa que abrange uma gama de conceitos teóricos para abordar a raça no modelo psicanalítico. Especificamente, a arte afro-brasileira foi representada pela obra e poética de dois artistas plásticos brasileiros: Dalton Paula e Priscila Rezende. Esses artistas são bastante conhecidos pela crítica e pelo campo da arte no Brasil. São artistas que criaram obras de arte que discutem temas como cultura afro-brasileira, racismo e identidade negra. Como instrumento de pesquisa utilizou-se a entrevista narrativa para se aproximar da singularidade dos artistas e compreender a forma como estes desenvolvem o seu processo de trabalho e criação. As informações coletadas na pesquisa demonstraram que as artes visuais afro-brasileiras representam uma estética cuja intervenção vai além das regras formais. Cria um lugar conceitual para manifestar resistência e oposição contra a violência do racismo e da colonialidade. Nesta pesquisa, dois conceitos foram ferramentas importantes na tarefa de descrever como a arte visual pode definir um processo de visualidade dos negros que não pode existir no olhar da branquitude. São a noção de pretuguês de Lélia Gonzalez e a noção de carne em Hortense Spillers. Os artistas representam um ato criativo que enfatiza a história afro- brasileira. Eles recuperam uma história que o racismo brasileiro tenta esconder. O ato poético evoluiu para emergir uma negritude que resistiu a um processo de objetivação do negro no Brasil.-
Descrição: dc.descriptionThis research aims to study the field of race in Brazilian society; it has a perspective of subjectivity based on psychoanalysis as a framework. This study binds two aspects: Afro- Brazilian art has been creating a space of discussion about Brazilian black people and Afro- Brazilian culture and, psychoanalysis raises a subjectivity that emphasizes the unconscious dimension, which is a divergent view from modernity subjectivity. It is qualitative research that covers a range of theoretical concepts to address race in the psychoanalytical model. Specifically, Afro-Brazilian art was illustrated by the artwork and poetics of two Brazilian visual artists: Dalton Paula and Priscila Rezende. These artists are well known by the critics and art fields in Brazil. They are artists that have created artwork to discuss subjects like, Afro-Brazilian culture, racism and black people’s identity. As a tool of research, it was used the narrative interview to come closer to the singularity of the artists and to understand the way they develop their process of working and creation. The information collected in the process has drawn that, Afro-Brazilian visual art represents an aesthetic in which intervention goes beyond formal rules. It creates a conceptual place to manifest resistance and opposition against the violence of racism and coloniality. In this research, two concepts come to be important tools in the task of describing how visual art can define a process of visuality of black people, which can not exist in whiteness view. They are the notion of pretuguês by Lélia Gonzalez and the notion of flesh in Hortense Spillers. The artists represent a creative act to emphasize Afro-Brazilian history. They recover a history that Brazilian racism tries to hide. The poetic act evolved to emerging a blackness that resisted a process of objectification of Brazilian black people. That poetic shows a demand of the desire that characterizes the subject.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectArte afro-brasileira-
Palavras-chave: dc.subjectPsicanálise-
Palavras-chave: dc.subjectRacismo-
Título: dc.titleApontamentos de psicanálise e arte poéticas visuais negras : recriando o olhar, recriando o toque-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.