Avaliação dos conhecimentos e práticas de saúde bucal de gestantes, usuárias do SUS, no município de Dourados - MS

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorPoppe, Ana Carolina Acevedo-
Autor(es): dc.creatorVenâncio, Elizandra de Queiroz-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:45:32Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:45:32Z-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2010-10-15-
Data de envio: dc.date.issued2006-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/5679-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/615547-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.-
Descrição: dc.descriptionA gravidez provoca na mulher mudanças fisiológicas e psicológicas, ambas com influência direta sobre a saúde bucal. O objetivo deste estudo foi avaliar conhecimentos e práticas de saúde bucal de um grupo de gestantes, usuárias do SUS, do Município de Dourados MS. Foram entrevistadas 260 gestantes e os dados tabulados no EPI-INFO 3.3.2. Os resultados mostraram que 80,76% das gestantes acreditam necessitar de tratamento odontológico, entretanto a maioria delas não foi ao dentista por diversas razões, desde medo à falta de acesso, apesar de 69,6% acharem que tinham algum problema bucal. Das gestantes que buscaram por atendimento, 56,3% citaram necessidades curativas. A maioria não recebeu orientação sobre necessidade de atenção odontológica durante a gravidez. Quanto aos hábitos alimentares e de higiene, 44,4% tinham preferência por alimentos ricos em carboidratos, 76,9% escovam os dentes pelo menos três vezes ao dia e 62% usam fio dental. 81,5% das gestantes acreditam que problemas bucais afetam a saúde geral enquanto 32,7% das gestantes acreditam que a gravidez causa problemas bucais como: sangramento da gengiva, enfraquecimento dos dentes, dor de dente. Conclusão: 1) População jovem, com pouca escolaridade e baixa renda, depende do SUS para assistência médico-odontológica. 2) As gestantes apresentam algum conhecimento de saúde bucal, entretanto crenças de que gravidez causa problemas bucais e que gestante não pode ir ao dentista são observados neste grupo. 3) Crenças, dificuldades no acesso ao atendimento odontológico e falta de orientação interferem e influenciam na procura por atendimento odontológico. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionPregnancy causes psychological and physiological changes in women, both directly related to oral health. This study aims to evaluate the knowledge and oral health care practices among a pregnant women group, SUS users from Dourados City MS, Brazil. 260 pregnant women were interviewed and data were registered in the EPI-INFO 3.3.2. Results showed 80,7% pregnant women believed they needed dental treatment although most of them did not seek for a dentist for several reasons such as being afraid and a lack of accessibility, despite of 69,9% thought they had any kind of oral impairment. Pregnant women who sought for dental attendance 56,3% reported healing needs. Most of them did not have any advice about dental care during pregnancy. Regarding to their hygiene and oral food habits 44,4% prefered high carbohydrate food, 76,9% brushed their teeth at least three times a day and 62% used floss. 81,5% of them believed their oral problems affected their general health while 32,7% believed their pregnancy caused oral problems such as bleeding gums, teeth weakness and toothache. Conclusion: 1) Young population with low income and education depend on SUS for medical-dental assistance.2) Pregnant women present some knowledge about oral health care, although beliefs that pregnancy causes oral impairment and that pregnant women are not allowed to see a dentist were observed into this group. 3) Beliefs, difficult to reach a dentist and lack of advice interfered and influenced in seeking a dental treatment.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectMulheres grávidas-
Palavras-chave: dc.subjectSaúde bucal-
Palavras-chave: dc.subjectBoca - cuidado e higiene-
Palavras-chave: dc.subjectOdontologia preventiva-
Título: dc.titleAvaliação dos conhecimentos e práticas de saúde bucal de gestantes, usuárias do SUS, no município de Dourados - MS-
Título: dc.titleKnowledge and oral health care practices evaluation among a pregnant women group, SUS users from Dourados City – MS, Brazil-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.