Percepções do traço à prosa : relações imagético-literárias em O Estrangeiro, de Albert Camus e José Muñoz

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorTinoco, Robson Coelho-
Autor(es): dc.creatorBarbosa, Verônica Maria Biano-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:40:15Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:40:15Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-11-
Data de envio: dc.date.issued2018-03-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34119-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/613476-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2018.-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho é um debruçar-se sobre a relação entre o texto camusiano, as ilustrações de José Muñoz e a edição de Didier Gonord, que fundem-se em um sentido próprio na obra híbrida O estrangeiro (2012), editada pela Futuropolis/Gallimard em ocasião do centenário de nascimento de Albert Camus. Ao leitor desta dissertação é apresentado um percurso analítico que abarca em si aspectos da sensibilidade, posto o objeto de trabalho ser de ordem estética – e portanto, do campo do sensível. Interessa-nos aqui uma investigação sobre os processos de construção de sentido que atravessam esta obra como um todo, tendo em vista, além da tríade texto verbal-imagem-edição, também as cruciais relações estabelecidas entre sujeito-leitor e a obra. Nosso objetivo é traçar uma análise de O estrangeiro (2012) enquanto obra híbrida, focando o olhar nas relações entre o texto literário e a imagem. A partir de Barthes, e seguindo uma perspectiva semiótica francesa greimasiana, trazemos à baila definições de Texto, obra e sentido. Buscamos em Merleau-Ponty um olhar sobre a noção relacional da construção de sentido de uma obra estética para discutirmos também os processos de vincuação que nela são postos. Em seguida, por uma via de análise discursiva apoiada em Fiorin, analisamos a composição e funcionamento do discurso posto em cena por meio do Percurso Gerativo de Sentido, ferramenta metodológica-discursiva que possibilita a decomposição da estrutura textual a fim de obter uma visão não só do todo, mas das partes em específico que o compõem. Apresentamos um caminho de análise que seguem por perspectivas relacionais e construímos esta investigação a partir das estruturas básicas de composição da obra, quais sejam: o fazer-se em preto e branco e o expressar-se em palavra e imagem. Por fim, examinamos nosso objeto enquanto forma no intuito de elucidarmos as diferenças entre obra ilustrada e obra com ilustração. Nosso último movimento de análise é evidenciar a expansão do texto verbal operada pelas imagens, ou seja, o modo como elas mostram aos olhos o teor, a idea de cada quadro, ou seja, de cada página dupla.-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).-
Descrição: dc.descriptionThis dissertation looks over the relationship between the Camusian text, the illustrations of José Muñoz and the edition of Didier Gonord, which fuse in a proper sense in the hybrid work L’étranger (2012), edited by Futuropolis / Gallimard by the occasion of the centenary of Albert Camus's birth. To the reader of this dissertation is presented an analytical course that covers in itself aspects of the sensibility, since the work's object belongs to the aesthetic realm - and, therefore, to the realm of the sensible. We are interested in an investigation of the processes of construction of meaning that go through this work as a whole, in addition to the verbal text-image-editing triad, as well as the crucial relations established between subject-reader and the work. Our objective is to draw an analysis of L’étranger (2012) as a hybrid work, focusing on the relations between the literary text and the image. Starting from Barthes, and following a French Greimasian semiotic perspective, we bring definitions of Text, work and meaning. In Merleau-Ponty, we look at the relational notion of the construction of meaning in an aesthetic work to discuss also the relational processes that are put in it. Then, following a path of discursive analysis based on Fiorin, we work the composition and functioning of the discourse put on the scene through the Gerative Path of Sense, a methodological-discursive tool that enables the decomposition of the textual structure in order to obtain a vision not only of the whole, but of the specific parts that make it up. The ways of analysis follow relational ways, as we investigate the basic structures of composition of the work, namely: to be constructed in black and white and to be expressed in word and image. Finally, we examine our object as form to elucidate the differences between illustrated work and work with illustrations. Our last movement of analysis is to show the expansion of the verbal text operated by the images, the way they show to the eyes the content, the idea of each picture, that is, of each double page.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectCamus, Albert, 1913-1960 - crítica e interpretação-
Palavras-chave: dc.subjectMuñoz, José, 1942- crítica e interpretação-
Palavras-chave: dc.subjectSemiótica-
Palavras-chave: dc.subjectLinguagem literária-
Palavras-chave: dc.subjectImagens, ilustrações, etc.-
Título: dc.titlePercepções do traço à prosa : relações imagético-literárias em O Estrangeiro, de Albert Camus e José Muñoz-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.